Pesquisar este blog

domingo, 23 de outubro de 2016

Efésios 1:1

Efésios 1:1 - Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus.
PAULO. O significado do seu nome é: “Pequeno”. Paulo é o nome romano de Saulo de Tarso, que pela primeira vez se lê em (Atos 13.9), quando ele resistiu a Elimas, o feiticeiro, principiando nessa ocasião o seu trabalho gentílico na corte de Sérgio Paulo. Pode presumir-se que ele já era assim chamado nas suas relações com os gentios - mas depois deste incidente é sempre esse nome que o apóstolo tem nos Atos e nas suas epístolas. Ele nasceu em Tarso, na Cilícia (Atos 9.11 - 21.39 - 22.3). Foi o maior missionário da igreja primitiva, ocupando significativo espeço no livro de Atos.

APÓSTOLO. Dada a importância do ministério de Paulo em explorar novos campos missionários e expandir a igreja além da palestina, foi reconhecido de forma justa como sendo um apóstolo de Jesus Cristo. Assim como os doze primeiros apóstolos foram chamados pelo próprio Cristo, assim também aconteceu com o apóstolo Paulo, que teve um encontro com Cristo. Se não foi reconhecido pelo grupo apostólico como fazendo parte do mesmo ministério, por Cristo sim, e pela igreja também.

DE JESUS CRISTO. Paulo se considerava um apóstolo chamado diretamente por Jesus Cristo. Era um pregador itinerante, que não foi totalmente apoiado pelo ministério apostólico da igreja primitiva. Conforme o livro de Atos foi o maior missionário de sua época e importante fundador de comunidades cristãs por onde passava. Por ser um autêntico apóstolo de Cristo dedicou toda a sua vida ao trabalho de divulgar as boas novas do seu Mestre e Salvador Jesus Cristo. Gastou o resto de sua vida por Cristo. O Senhor Jesus esteve aprovou o ministério apostólico de Paulo.

PELA VONTADE DE DEUS. Se não foi da vontade do grupo apostólico nomear Paulo como apóstolo de Cristo, no entanto, foi da vontade de Deus que ele fosse classificado e confirmado pela história do cristianismo como apóstolo do Cristo de Deus. Foi o Senhor quem o chamou e o capacitou para cumprir uma missão tão importante ou mais importante quanto aos demais apóstolos. O chamado de Paulo como apóstolo de Cristo não dependia de nenhuma organização religiosa porque foi direta de Deus.

AOS SANTOS. A morte de Cristo foi um ato de expiação em prol de todos aqueles que o recebem pela fé como Único e Suficiente Salvador. Com isto todos aqueles que o confessam recebem dos benefícios santificadores da obra remidora do Filho de Deus. E estes são chamados santos não por se tornarem perfeitos, mas por serem separados do mundo e dedicados ao reino de Deus e de Cristo. Uma vez que a palavra “santo” quer dizer separado. Estes buscam o reino de Deus em primeiro lugar.

QUE ESTÃO EM ÉFESO, E FIÉIS EM CRISTO JESUS. Neste ponto de sua epístola o apóstolo Paulo já nos declara o destino de sua carta, que era a comunidade cristã na cidade de Éfeso. Capital da província romana da Ásia, famosa por seu templo de Diana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário