Pesquisar este blog

sábado, 14 de janeiro de 2017

Gálatas 1:1

Gálatas 1:1 - Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos).
PAULO. O significado do seu nome é: “Pequeno”. Paulo é o nome romano de Saulo de Tarso, que pela primeira vez se lê em (Atos 13.9), quando ele resistiu a Elimas, o feiticeiro, principiando nessa ocasião o seu trabalho gentílico na corte de Sérgio Paulo. Pode presumir-se que ele já era assim chamado nas suas relações com os gentios - mas depois deste incidente é sempre esse nome que o apóstolo tem nos Atos e nas suas epístolas. Ele nasceu em Tarso, na Cilícia (Atos 9.11 - 21.39 - 22.3). Foi o maior missionário da igreja primitiva, ocupando significativo espeço no livro de Atos.

APÓSTOLO. Dada a importância do ministério de Paulo em explorar novos campos missionários e expandir a igreja além da palestina, foi reconhecido de forma justa como sendo um apóstolo de Jesus Cristo. Assim como os doze primeiros apóstolos foram chamados pelo próprio Cristo, assim também aconteceu com o apóstolo Paulo, que teve um encontro com Cristo. Se não foi reconhecido pelo grupo apostólico como fazendo parte do mesmo ministério, por Cristo sim, e pela igreja também.

NÃO DA PARTE DE HOMENS, NEM POR HOMEM. Muito diferente dos dias atuais onde a maioria dos que se dizem ungidos de Deus ou enviados de Deus, são consagrados pela vontade dos homens, por meio de apadrinhamento ou simplesmente por indicação, como se o evangelho fosse uma profissão para se ganhar dinheiro. Porque hoje o que vale mais é a posição e não a chamada por Deus para o ministério.

MAS POR JESUS CRISTO. Paulo se considerava um apóstolo chamado diretamente por Jesus Cristo. Era um pregador itinerante, que não foi totalmente apoiado pelo ministério apostólico da igreja primitiva. Conforme o livro de Atos foi o maior missionário de sua época e importante fundador de comunidades cristãs por onde passava. Por ser um autêntico apóstolo de Cristo dedicou toda a sua vida ao trabalho de divulgar as boas novas do seu Mestre e Salvador Jesus Cristo. Gastou o resto de sua vida por Cristo. O mais importante é que o Senhor Jesus aprovou o ministério apostólico de Paulo.

E POR DEUS PAI. Há um certo tom de crítica nesta expressão de Paulo ao se referir a sua chamada para o apostolado. Como que alertando aos demais apóstolos de que foram (conforme alguns comentaristas precipitados na escolha de Matias) muito apresados em não esperarem um pouco até que o Senhor o chamasse para este tão importante cargo no arcabouço ministerial da igreja cristã primitiva, que foi a função de apóstolo. Matias foi escolhido pelos apóstolos, mas Paulo foi chamado diretamente pelo Senhor Jesus.

QUE O RESSUSCITOU DENTRE OS MORTOS. Foi o mesmo Deus da vida, que ressuscitou a Jesus Cristo de entre os mortos, quem fez a chamada de Paulo para o apostolado. E o Senhor deu provas cabais disto, aprovando o seu ministério. Nenhum dos demais apóstolos foi tão importante quanto Paulo o foi na implantação de igrejas no mundo gentílico,

Nenhum comentário:

Postar um comentário