Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Gálatas 1:10

Gálatas 1:10 - Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.
PORQUE, PERSUADO EU AGORA? Paulo demonstra neste pondo de sua narrativa bíblica um certo tom de animosidade, no sentido de desafiar os seus eleitores para que fizessem uma reflexão sobre o foto de que eles estavam sendo injustos com o apóstolo. É como se eles estivessem cobrando alguma coisa do missionário. Enquanto que Paulo lhes fazem várias perguntas ao mesmo tempo, procurando se defender. Porventura o apóstolo precisava convencê-los de alguma coisa? Eles conheciam muito bem o missionário de perto. Até porque a maioria eram seus filhos na fé, uma vez que ele foi um dos principais fundadores daquelas comunidades cristãs.

PERSUADO EU A HOMENS? OU A DEUS? O verbo “persuadir” significa: aliciar, convencer, incutir, induzir, e seduzir. Com isso Paulo estava perguntando aos cristãos da Galácia: Será que eu preciso lhes convencer de que vocês não devem acreditar em quem vos anunciam um outro evangelho? Será que preciso incutir em vossa mente de que estes mensageiros do outro evangelho estão apenas querendo perverter o evangelho de Cristo? Porventura preciso eu vos aliciar de que estes manipuladores do evangelho só querem tirar proveito de vós? Será que se faz necessário que eu vos seduza a que vocês consideram este outro evangelho pregado por alguns com segundas intenções, como sendo anátema, ou seja, um falso evangelho?

OU PROCURO AGRADAR A HOMENS? Paulo não precisava agradar a homens para cumprir o seu ministério. Ele foi chamado e escolhido diretamente por Cristo. Seu ministério não era sustentado pelo grupo apostólico nem por nenhuma outra liderança da igreja primitiva. Ele não aceitava nem ser sustentado pelas igrejas, é tanto que trabalhava construído tendas para se manter e sustentar seu ministério. Quem é indicado por homens e faz parte de uma organização religiosa não tem independência nem liberdade para exercer plenamente o seu próprio ministério, porque se sente subjugado aos interesses de quem há indicou e da denominação religiosa a que faz parte. Paulo não se submetia a este jugo, ele era livre.

SE TIVESSE AINDA AGRADANDO A HOMENS. O que Paulo quis dizer com isso? Ele dá a entender que se fosse daqueles que gosta de bajular a homens para ganhar posição ou oportunidade, não seria servo de Cristo. Nos dias de hoje a maioria dos que fazem parte dos ministérios das organizações religiosas deixaram de ser servos de Cristo para serem servos dos homens. Isso porque se submetem mais aos caprichos dos seus superiores do que a vontade de Cristo. Estão presos as tradições e modismos das denominações e não percebem que estão envolvidos simplesmente em ativismos religiosos e não na obra de Cristo. Servir a Cristo não é a mesma coisa que se tornar escravo de um sistema religioso do reino dos homens.

NÃO SERIA SERVO DE CRISTO. Paulo mostra duas opções. Servos de Cristo? Ou Servo dos homens? Quem se tornar servos dos homens não pode ser servo de Cristo. De quem somos servos? Dos homens ou de Cristo? Paulo deixou um legado muito importante para a igreja de Cristo, que foram os seus escritos. Ele se gastou a se mesmo em seu ministério e em trabalhos, para não depender de nenhum homem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário