Pesquisar este blog

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

1 Timóteo 2:10-11

1 Timóteo 2:10-11 - Mas (como convém as mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras. A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição.
MAS COMO CONVÉM. Esse texto do Novo Testamento nos dá a oportunidade de escrever sobre alguns costumes e tradições mais antigas e que faziam parte do tempo da igreja primitiva e de algumas localidades. Quando o apóstolo se refere ao que “convém” ele está fazendo recomendações as mulheres cristãs que faziam parte da igreja remida de Cristo e que confessavam ser mulheres que confessavam servir ao reino de Deus e de Cristo. E estas doutrinas não eram de escopo geral mais sim local.

AS MULHERES. O apóstolo estava tratando de usos e costumes, que geralmente tinham alcances locais para cada região onde tinha uma comunidade cristã implantada. Os usos e costumes não são aplicados de modo genérico em toda a sociedade, porque são de fato práticas regionais ou locais de cada povo ou população. De forma que, as mulheres que agora faziam parte da igreja administrada por Timóteo, antes seguiam os usos e costumes do mundo, mas que, depois de se converterem, precisavam mudar de vida.

QUE FAZEM CONFISSÃO. A confissão religiosa do judaísmo era seguir a legislação de Moisés com seus mandamentos, estatutos e juízos. No cristianismo, a confissão de fé se dava pela aceitação das boas novas de Cristo, participando de um verdadeiro arrependimento, sendo envolvido no novo nascimento, mergulhando na regeneração espiritual por meio de uma verdadeira transformação de vida. E assim como os homens, as mulheres também precisavam fazer suas confissões de fé, vivendo uma nova vida.

DE SERVIR A DEUS. Essa é uma expressão que representa uma vida piedosa dedicada inteiramente ao reino de Deus e as coisas que são de cima. Servir a Deus é se dedicar em fazer sua soberana vontade, crendo no Pai e aceitando ao Filho, Jesus Cristo, como Salvador e Senhor. Quando alguém recebe a Cristo como Senhor, essa pessoa passa a renunciar as coisas deste mundo, e passa a viver de forma digna perante o Senhor Jesus.

COM BOAS OBRAS. De acordo com o judaísmo posterior, já nos tempos dos profetas, as mulheres piedosas deveriam ser praticantes de boas obras para acharem graça diante de Deus e serem abençoadas pelo Deus das provisões. No cristianismo primitivo, não foi diferente, porque se recomendava as santas mulheres que serviam a Deus, que as tais se dedicassem a prática de boas obras, como prova de que realmente serviam ao Senhor.

A MULHER APRENDA EM SILÊNCIO. O cristianismo herdou algumas tradições do judaísmo, e uma delas foi este costume de que as mulheres não deveriam se aplicarem ao ministério da palavra. No entanto, como no cristianismo não há diferença entre o homem e a mulher quanto à graça diante de Deus, com o passar do tempo, esse empasse foi sendo aperfeiçoado, com a participação de mulheres como lideranças da igreja cristã.

COM TODA A SUJEIÇÃO. No tempo do judaísmo e também da igreja primitiva, as mulheres que faziam parte das comunidades religiosas, eram completamente submissas aos ministros da palavra. O que nos dias de hoje, não deve ser entendido como um tipo de sujeição por imposição ou autoritarismo, mas sim por obediência a palavra de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário