Pesquisar este blog

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

1 Timóteo 3:6-7

1 Timóteo 3:6-7 - Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo. Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo.
NÃO NEÓFITO. Essa é uma expressão somente usada neste texto em todo o Novo Testamento para representar os novos convertidos. O que o experiente apóstolo estava dizendo para seu companheiro de ministério era de que, para ser um bispo ou supervisor da obra de Deus, tal pessoa deveria ser alguém que já tivesse um certo tempo de experiência na obra de Deus. Paulo não proíbe, mas recomenda que os novos convertidos ainda não estão aptos para exercerem grandes responsabilidades na obra de Deus.

PARA QUE, ENSOBERBECENDO. A falta de experiência é que poderia fazer com que tal obreiro viesse a cair na soberba de se achar mais capacitado do que os mais experimentados na obra de Deus. No tempo da igreja primitiva, os novos convertidos entravam na igreja com uma empolgação tão grande, que os tornavam zelosos ao extremo, ao ponto de tornar alguns em fariseus dentro da comunidade cristã.

NÃO CAIA NA CONDENAÇÃO DO DIABO. O que o autor está tentando explicar para seu filho na fé e cooperador no ministério, Timóteo, era de que a falta de experiência por parte de alguns novos convertidos, poderia torna-los presas fáceis das tentações do inimigo. O diabo sempre foi especialista em interferir negativamente na vida do ser humano para tentar prejudicar os planos de Deus na vida das pessoas.

CONVÉM TAMBÉM QUE TENHA BOM TESTEMUNHO. Além das recomendações anteriores feitas pelo escritor, aquele que desejasse ser um bispo ou supervisor na obra de Deus deveria ser um homem de testemunho limpo diante da igreja, perante sua família e também no meio da sociedade em geral. Tem lideranças cristãs, que na igreja é uma bênção, mas para a sociedade, ele não passa de um hipócrita e falsário.

DOS QUE ESTÃO DE FORA. Estes são todos aqueles que ainda não faziam parte da igreja remida de Cristo. Quando o autor afirma que eles estão de fora, é porte não fazem parte do reino de Cristo, e que, portanto, não faziam parte do povo de Deus. A liderança cristã tem o dever de ter um bom testemunho também perante a sociedade de um modo geral, e a recomendação do autor, é porque tem alguns que não dão importância a isso.

PARA QUE NÃO CAIA EM AFRONTA. É muito fácil ser um discípulo de Cristo dentro da igreja ou apenas durante as horas de culto ou celebração, até porque neste momento todos pensam de uma mesma forma e adoram ao mesmo Deus. Mas, o teste que alguém é fiel de verdade ao reino de Deus é dar um bom testemunho de servo de Deus em todos os momentos de sua vida, nos negócios do dia a dia e na convivência com todos.

E NO LAÇO DO DIABO. Assim como Deus tem os seus servos, com quem nós convivemos na igreja, também o diabo tem seus instrumentos, como seres humanos que ele usa para justamente nos afrontar. E se a liderança cristã não tiver um bom testemunho perante toda a sociedade, o inimigo vai usar aqueles que são influenciados por ele para afrontar o ministro do evangelho. O bom testemunho perante todos fecha a porta para as afrontas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário