Pesquisar este blog

sábado, 8 de outubro de 2016

1 Timóteo 4:12

1 Timóteo 4:12 - Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.
NINGUÉM DESPREZE A TUA MOCIDADE. Ao que tudo indica, os opositores do evangelho contestavam do ministério de Timóteo ao ponto de desprezarem suas palavras e ensinos. O fato é que Timóteo era ainda muito jovem quando foi consagrado ao ministério e há alguém que diga que, neste tempo, Timóteo ainda não havia alcançado maturidade ministerial diante da grande responsabilidade que lhe estava exposta. Seja como for, a realidade é que o jovem ministro do evangelho estava enfrentado dificuldades.

MAS SÊ O EXEMPLO DOS FIEIS. O apóstolo mostra para seu amigo e companheiro de ministério o que ele deveria fazer diante da situação que ele vinha atravessando. O segredo para ganhar a confiança da igreja de Cristo e o respeito diante dos opositores e também dos demais companheiros de ministério era justamente se manter fiel a Deus, conforme a sua palavra. O líder é um espelho que reflete a imagem de Cristo e o seu bom exemplo de servo de Cristo lhe outorga autoridade e credibilidade no seu trabalho.

NA PALAVRA. Timóteo havia sido instruído desde muito jovem nas sagradas escrituras dos hebreus por sua mãe Eunice e sua avó Loide. Depois teve um encontro com Cristo, e portanto se converteu ao cristianismo por meio das pregações de Paulo. Desta forma, ele era um servo de Cristo que conhecia bem a palavra do evangelho das boas novas, tanto para viver conforme a palavra, quanto para também pregar as doutrinas cristãs.

NO TRATO. Timóteo sabia e conhecia o testemunho de Cristo diante das oposições e como ele se comportava diante de cada situação, porque ele tinha conhecimento do evangelho de Cristo. Além do mais, ele havia sido um discípulo do grande apóstolo Paulo que o instruiu de como agir para com todos. Para que o jovem ministro ganhasse a confiança da igreja e do ministério ele devia tratar bem os demais cooperadores seus.

NO AMOR. Mesmo sendo perseguido pelos seus desafetos, pelos opositores do evangelho de Cristo e pelos seus falsos irmãos, mas Paulo recomenda ao seu amigo e filho na fé Timóteo, que não se irasse nem odiasse a ninguém. A prática do amor fraternal foi ensinado amplamente por Cristo e pelos seus apóstolos, porque faz parte da lei de Cristo. Cristo resumiu o cumprimento da lei em amar a Deus e o próximo.

NO ESPÍRITO. Dentro deste mesmo tema, o autor já havia ensinado que, o exercício corporal é de pouco proveito, mas o exercício das coisas espirituais é de muito proveito. Como também em outras partes dos seus escritos ele fala que os que vivem para a carnalidade, não tem como praticar os frutos do espírito. Agora, o apóstolo aconselha que a vida para o espírito é que deve ser vivida plenamente como algo bom e aprovado.

NA FÉ, NA PUREZA. Ser um exemplo dos fieis na fé é cultivar as virtudes espirituais positivas e procurar viver de maneira confiante no trabalhar de Deus. Está fé a que se refere o escritor diz respeito a tudo aquilo que o evangelho fala a respeito de Cristo e da nova aliança de Deus para com a humanidade. E a vida de pureza nos ensina sobre a santidade de vida. Portanto, Paulo exorta seus leitores a viverem de maneira digna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário