Pesquisar este blog

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

1 Timóteo 4:2

1 Timóteo 4:2 - Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência.
PELA HIPOCRISIA. O apóstolo faz um ataque direto aos inimigos do evangelho. Aos judaizantes que usavam as suas fábulas engenhosas, aos gnósticos que usavam as filosofias e aos líderes das seitas que usavam as heresias para tentarem prejudicar a fé dos seguidores de Cristo. Todos estes eram hipócritas e enganadores, porque mesmo conhecendo o evangelho da verdade, trilhavam o caminho da falsidade e da hipocrisia. Fingiam ser uma coisa, se fazendo de cristãos, mas eram falsários e enganadores.

DE HOMENS. No início da história da humanidade, o inimigo que usou do engano para derribar o ser humano. Porem, depois da queda, os próprios seres humanos também passaram a herdar as características do diabo com os seus demônios, porque a falsidade passou a reinar no homem natural. Todos aqueles que se levantaram contra o evangelho da verdade estavam sendo usados pelo diabo para tentarem barrar o crescimento do cristianismo na terra, no entanto, o plano de Deus em prevaleceu.

QUE FALAM. O Espírito de Deus estava usando os apóstolos, os líderes do cristianismo e os servos de Cristo Jesus para realizar a obra da igreja na terra. Os pregadores das boas novas andavam por todas as partes divulgando a nova aliança de Deus com a humanidade. Todavia, o inimigo também usava os opositores do reino de Cristo, por meio da fala, para pregarem suas hipocrisias, suas heresias e seus falsos ensinos.

MENTIRAS. Enquanto os servos de Cristo pregavam as verdades de Deus, como sendo as boas novas do evangelho libertador do Senhor Jesus, falando da nova aliança de Deus com a humanidade, que foi concretizada na igreja remida de Jesus de Nazaré. Os judaizantes, os falsos mestres gnósticos e os líderes das seitas heréticas pregavam mentiras, e enganos porque não passavam de hipócritas dissimuladores da mentira.

TENDO CAUTERIZADO. O apóstolo usa uma metáfora para falar de verdades espirituais mais profundas que se possam imaginar. A cauterização neste caso, ensina sobre uma mente que tem as marcas da hipocrisia que é dominada pelo engano e distorcida pela mentira. Nos tempos antigos, tanto os escravos quanto os criminosos eram ferrados em seus corpos, e no caso dos criminosos eram marcados na testa como identificação.

SUA PRÓPRIA. No caso dos escravos, eram seus patrões quem os ferravam com as iniciais dos seus nomes para identifica-los como propriedades suas. Já os criminosos eram ferrados em suas testas pelas autoridades para serem identificados como pessoas fora da lei, em ambos os casos, essas marcas eram involuntários. Mas, no caso dos hereges, eles mesmos era quem buscavam ter suas mentes cauterizadas pela hipocrisia religiosa.

CONSCIÊNCIA. Escrever sobre a consciência é a mesma coisa que falar da alma do ser humano, do seu intelecto e dos seus pensamentos mais íntimos. Por fora, os inimigos do evangelho, até tinham aspectos de quem faziam parte do povo de Deus. Porem, no interior dos opositores do evangelho de Cristo estava suas intensões mais sombrias para com o povo de Cristo. Eles eram como os fariseus em que Cristo os chamou de hipócritas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário