Pesquisar este blog

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

1 Timóteo 5:22

1 Timóteo 5:22 - A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro.
A NINGUÉM IMPONHAS. Todas estas são instruções para o ministério e recomendações específicas também de Paulo para seu companheiro de ministério Timóteo, isso porque o apóstolo desejava o melhor para seu filho na fé. Nos tempos da igreja primitiva, conforme se ver nos evangelhos existiam muitas pessoas com problemas de possessão demoníaca, e por isso que, Paulo recomenda aos líderes cristãos que agissem com cautela sobre tais casos. Certamente o escritor queria poupar seus amigos de decepções ou problemas.

PRECIPITADAMENTE. Nos dias de hoje, existem em algumas denominações modismos em busca de expulsar demônios das pessoas, e em muitos casos dos próprios membros de tais denominações, o que é estranho, porque quase sempre é nas mesmas pessoas que supostos demônios sempre se manifestam. Neste texto, fica bem claro, que o apóstolo tenta alertar a Timóteo e aos seus leitores que não hajam de forma precipitada em colocar as mãos sobre as pessoas, porque existem castas de demônios ou entidades.

AS MÃOS. Desde tempos antigos e até mesmo nas religiões naturais que acreditava-se que a imposição de mãos é algo sobrenatural e que tal ação vem carregada de energias positivas que exerce poder sobre a vida de outras pessoas. A prática da imposição de mãos pelos líderes da igreja primitiva pode ser vista nas páginas do Novo Testamento, porem, neste texto que estamos comentando, o escritor pede cautela sobre tal ação.

NEM PARTICIPES. O próprio Paulo afirma que, há pecado que é para morte, e sobre estes casos, ele recomenda que não se deve orar. Clareando o texto, podemos afirmar que o autor quis dizer o seguinte: Não ponhas de forma precipitada as mãos sobre a cabeça das pessoas, sem antes saber o porque, tal pessoas está doente ou passando por um problema de possessão demoníaca. Cautela é o que o escritor recomenda.

DOS PECADOS ALHEIOS. Se a pessoa esta doente ou com problemas de possessão demoníaca por conta da prática de pecados graves, o que ela precisa em primeiro lugar é aceitar a Cristo como Senhor e Salvador, se arrepender dos seus pecados, para depois se trabalhar o problema da libertação. Até porque, se for liberto antes de ser perdoado, o demônio ou a doença vai retornar, e a pessoa vai ficar pior do que antes.

CONSERVA-TE A TI MESMO. Ao que tudo indica, o pensamento do judaísmo permeava a mente de Paulo neste momento sobre a questão da contaminação ao se tocar em pessoas impuras. Por exemplo: Um judeu não chegava nem perto de alguém que estava possessa ou com doenças graves, quanto mais tocar nestas pessoas. De forma que, de acordo com este texto, o escritor deseja preservar os líderes cristãos de problemas assim.

PURO. Termina por expressar seu desejo o apóstolo sobre seu amigo Timóteo e os seus leitores também, que é justamente a santidade de vida. Um homem de Deus tem que ter cuidado sobre o que faz para que não seja participante dos pecados e das iniquidades dos homens ímpios. As coisas de Deus devem ser feitas com o máximo de cuidado para que não haja escândalo por parte dos homens de Deus e os ministros do evangelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário