Pesquisar este blog

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

1 Timóteo 6:3

1 Timóteo 6:3 - Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade.
SE ALGUÉM ENSINA. O cristianismo estava se expandindo mundo a fora, por meio dos trabalhos evangelísticos do apóstolo Paulo e de outros ministros do evangelho. Neste mesmo tempo já havia muitos ensinadores das boas novas do evangelho e das doutrinas cristãs consolidadas. Mas, por outro lado, os judaizantes procuravam combater o evangelho de Cristo bem como os falsos mestres gnósticos se espalhavam também por todas as partes, tentando combater as verdades da nova aliança de Cristo.

ALGUMA OUTRA DOUTRINA. Paulo fala, escrevendo aos Gálatas sobre um outro evangelho pregado pelos hereges e falsos pregadores, com o objetivo de confundir a mente dos novos convertidos ao cristianismo. Os judaizantes se utilizavam de suas fábulas sufistas e os falsos mestres gnósticos de suas filosofias artificiais para atrapalhar aqueles que eram fracos na fé. Uma verdadeira guerra ideológica era travada contra as boas novas do evangelho e as doutrinas cristãs, tudo para atrapalhar o cristianismo.

E SE NÃO CONFORMA COM AS SÃS PALAVRAS. Os judeus Sabiam que o Messias seria um grande profeta, conforme escreveu Moisés na sua lei, porem, quando o Cristo de Deus se manifestou eles não deram crédito as suas pregações. Até que mataram o Filho de Deus, Jesus Cristo e depois disto continuaram perseguindo e matando quem acreditava que Jesus era o Messias de Deus, o Emanuel, ou seja, Deus entre os homens.

DE NOSSO SENHOR. As profecias anunciavam de que o Messias de Deus seria Senhor, até porque ele seria o Rei de Israel, conforme a descendência de Davi. Além do mais, ele era o Filho de Deus e como tal, era o Príncipe Real, que exerceria domínio e governo sobre todas as nações do mundo. Com sua ressurreição de entre os mortos, o Cristo de Deus passou a ser o Rei dos reis e Senhor dos senhores, a maior autoridade do mundo.

JESUS CRISTO. Mais uma vez o autor usa o título completo do nome do Filho de Deus, que é o “Senhor Jesus Cristo”. O nome Jesus significa Salvador ou aquele que veio salvar o seu povo dos seus pecados e é o nome próprio do Messias de Deus. Já o sobrenome Cristo, nos fala da missão redentora do Emanuel de Deus entre os homens. O Cristo de Deus veio com a missão de realizar a propiciação dos nossos pecados pela reconciliação.

E COM A DOUTRINA. Assim como na legislação de Moisés se encontra centenas de mandamentos, estatutos e leis, com o evangelho não é diferente. O evangelho traz consigo uma mensagem de libertação para o pecador que precisa aceitar a Cristo como Salvador e as doutrinas da nova aliança de Cristo com a sua igreja são quem sustenta os convertidos ao cristianismo na presença de Deus para herdarem a vida eterna em Cristo.

QUE É SEGUNDO A PIEDADE. O Messias de Deus se manifestou para estabelecer uma nova aliança em que a base de tudo é o amor. Primeiro, o amor a Deus acima de qualquer coisa e depois o amor fraternal ao próximo, como a si mesmo. De forma que, a mensagem do evangelho e a doutrina cristã tem seus fundamentos na piedade para com Deus e para com o nosso semelhante, quem pratica o amor, esse é filho de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário