Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Efésios 2:12

Efésios 2:12 - Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.
QUE NAQUELE TEMPO. O autor se refere ao tempo da velha dispensação em que os gentios viviam desgarrados e sem esperança de salvação, porque não faziam parte do povo de Deus, os israelitas. Na verdade, a antiga aliança de Deus com Israel era um pacto nacionalista em que uma única nação do mundo de então foi escolhida para amar e servir a Deus por intermédio a legislação de Moisés. Todavia, vinda á plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Messias prometido para firmar uma nova aliança de paz universal.

ESTÁVEIS SEM CRISTO. Todos aqueles que eram considerados pelos judeus como incircuncisos, também chamados de gentios ou povo pagãos nem conheciam as profecias messiânicas sobre um Messias que viria para estabelecer uma nova aliança com alcance transcultural entre todas as nações do mundo. Antes da vinda do Emanuel de Deus, a igreja nem existia, nem muito menos os gentios tinha esperança de salvação.

SEPARADOS. Esta é uma palavra que descreve muito bem o estado de alienação dos gentios quanto as alianças de Deus e também com relação a comunhão com o próprio Deus de Israel e com o seu Cristo. Os gentios viviam totalmente fora do alcance da vontade de Deus, porque as cada nação seguiam as suas próprias leis, quanto á organização política e religiosa. O paganismo era que prevalecia no mundo gentílico.

DA COMUNIDADE DE ISRAEL. Deus chamou Abraão para fora da sua gente e do lugar em que ele habitava para ser um povo, por meio dos seus descendentes, separados das demais nações do mundo. E a saída de Israel do Egito e sua posterior entrada na terra da Canaã foi um divisor de águas, no tocante a que aquela nação fosse exclusiva do Deus único e verdadeiro. Desta forma, Israel não se misturava com as demais nações.

E ESTRANHOS ÀS ALIANÇAS DA PROMESSA. Paulo faz uma real radiografia da situação dos gentios antes da vinda do Messias de Deus para estabelecer a nova aliança da graça, em que as demais nações do mundo viviam estranhas àquelas alianças feitas com o povo de Israel. Já no tempo do patriarca Abraão foi feita uma aliança com promessa de seus descendentes habitarem em uma terra que manava leite e mel, que se cumpriu depois.

NÃO TENDO ESPERANÇA. Israel tinha as alianças como base de ser abençoado, conforme a fidelidade do seu povo ao pacto com o seu Deus, quando eles obedeciam a legislação de Moisés ganhavam as bênção de Deus. Mas os gentios, nem isso tinham, porque não havia nenhuma aliança entre eles e Deus. Como se diz em nosso país, os gentios viviam como pedras soltas no tabuleiro ao deus dará, regido pela própria sorte.

E SEM DEUS NO MUNDO. Israel se gabava de ter um Deus verdadeiro como protetor, provedor e que dele cuidava. No entanto, os gentios nem Deus tinham com eles, é tanto que, os pagãos sempre recorriam às falsas divindades, e até hoje é assim, porque não conheciam ao verdadeiro Deus. Como eles não ligavam para Deus, o Senhor também não se importava com eles, até que Cristo veio mudar esta relação, produzindo a paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário