Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Efésios 2:13

Efésios 2:13 - Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.
MAS AGORA. O “mas” é enfático para demostrar uma mudança drástica de situação no status dos gentios, depois da vinda de Cristo para estabelecer a reconciliação entre Deus e os gentios, por meio da propiciação, que aplacou a ira de Deus. “Agora” sinaliza para o novo tempo da paz entre Deus e os gentios, este é o tempo da nova aliança, feita não só com os israelitas, mas com todas as nações do mundo. Este é o tempo da salvação universal com todos os povos, mas também individual com cada ser humano.

EM CRISTO JESUS. Este novo pacto só foi possível com a obra perfeita de redenção realizada por Cristo Jesus, nosso Senhor. Quando se fala sobre Cristo dentro das páginas do Novo Testamento, está se referindo a missão redentora do Messias de Deus, como sendo Deus entre os homens para salvar. E “Jesus” é o nome próprio do Filho de Deus, que é uma transliteração do nome de Josué, e tem o significado de Salvador, como está escrito: E ele salvará o seu povo dos seus pecados, conforme está em (Mateus 1:21).

VÓS, QUE ANTES. O “vós” também é enfático para destacar os gentios, que antes da vinda do Messias de Deus eram considerados pagãos, separados das alianças de Deus com o seu povo Israel. Já a expressão “antes” se reporta ao tempo da antiga aliança, em que os gentios não estavam incluídos no pacto com Deus. A relação de amizade e de paz dos gentios com Deus se deu com a vinda do Messias, antes prevalecia a inimizade.

ESTÁVEIS LONGE. Esta frase nos ensina da alienação dos gentios quanto às alianças com Deus, isso porque, as demais nações do mundo não conheciam nem buscavam ao Deus único e verdadeiro, Criador de todas as coisas. Os pagãos adoravam qualquer coisa, como a pedra, a madeira e até mesmo o barro, menos ao Deus de Israel. O fato de Israel monopolizar o Deus verdadeiro criava nas demais nações uma empatia pelo Senhor.

JÁ PELO SANGUE. Paulo esta se referindo ao sacrifício de amor ao qual se submeteu o filho de Deus pela humanidade. O sangue fala sobre a vida de Cristo que ele deu para resgatar os seres humanos da perdição eterna. A vida é o bem mais precioso que o homem Tem, e no caso de Cristo, ele deu tudo de si mesmo, ele deu a sua vida, para resgatar os perdidos. Já estava previsto a expiação de Cristo pelo mundo (Isaias 53:4-5).

DE CRISTO. Falar a respeito de “Cristo” é discorrer sobre todas as profecias messiânicas sobre as quais vaticinavam as Escritoras religiosas dos judeus. Falar sobre Cristo é falar sobre o Messias prometido por Deus. Escrever sobre “Cristo” é contar a história do Emanuel de Deus, em que o próprio Deus se manifestou em carne para redimir a humanidade. Em fim, falar sobre “Cristo” é falar sobre a propiciação que trouxe a paz.

CHEGASTES PERTO. O sacrifício de amor feito por Cristo Jesus foi um ato de propiciação em que resolveu o problema da inimizade entre Deus e a humanidade, porque a expiação pelo sangue do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo produziu a reconciliação. Desta forma, todas as nações do mundo foram beneficiadas pela redenção de Cristo, principalmente todos aqueles que fazem parte da igreja remida e amada de Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário