Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Efésios 2:4

Efésios 2:4 - Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou.
MAS. Este “mas” é enfático, onde o escritor pretende mostrar a importância de um assunto que é fundamental no processo da salvação e principalmente na intervenção da parte de Deus nesta aliança entre o Criador e suas criaturas. O estado em que os seres humanos se encontravam era caótico em que o pecado havia levado os seres humanos a morte espiritual, porem, a iniciativa da parte de Deus foi absolutamente benéfica, trazendo resultados poderosíssimo para todos aqueles fazem a vontade de Deus.

DEUS. Tudo partiu do coração do Pai, que buscou o estado de reconciliação, tomando a livre iniciativa em resgatar o homem da perdição, por meio da missão salvíficia do seu Filho Jesus. Deus estava em Cristo Jesus reconciliando o mundo consigo mesmo e por meio do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo estabeleceu a propiciação, em que o sacrifício do Cristo de Deus foi suficiente e eficaz para resolver o problema da inimizade, estabelecendo um estado de paz, o que o evangelho chama de reconciliação.

QUE É. Desde os primeiros atos de Deus para com a humanidade que ele sempre demostrou a sua benevolência infinita para com os filhos dos homens. Deus é tudo em tudo e os seus favores não cessam para o bem coletivo da humanidade, principalmente para aqueles que foram vivificados pela regeneração espiritual. A multiforme graça do Pai tem chegado de forma abundante a todos os moradores da terra e mais a igreja remida.

RIQUÍSSIMO. Deus trabalha em prol daqueles que nele esperam e depositam sua confiança nele. Quem busca o reino de Deus em primeiro lugar e sua justiça pode dizer que tem um aliado forte e poderoso que tudo executa em prol do seu povo. Ninguém que com esperança recorre os favores do Deus benevolente fica de mãos vazias, isso porque, o Senhor jamais se nega a prestar socorre a quem busca o seu refúgio e fortaleza.

EM MISERICÓRDIA. O coração do Pai transborda de compaixão por todos aqueles que estão sob a sombra do Onipotente. A bíblia nos ensina que as misericórdias do Senhor é a causa de não sermos consumidos, e as suas misericórdias não tem fim, novas são a cada manhã. No exercício de sua misericórdia para que os filhos dos homens é que Deus demonstra sua piedade paciente, em vez de oferecer castigo, ele mostra compaixão.

PELO SEU MUITO AMOR. Ao mesmo tempo, esse Deus misericordioso é amoroso também para com aqueles que buscam o seu perdão. O amor de Deus pelos seus filhos não tem limite no tempo nem em sua quantidade. A maioria dos seres humanos ama por conveniência, porem, o nosso Deus tem um amor incondicional. Mesmo que os seres humanos não o amem como deve ser, mas, o amor de Deus é sem acepção de pessoas.

COM QUE NOS AMOU. Porque Deus amou o mundo de uma tal maneira que deu o seu unigênito filho, para que todo aqueles que nele crer, não pereça mas tenha vida eterna (João 3:16). Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores (Romanos 5:8). A vinda do Filho de Deus para morrer em nosso lugar foi na realidade o amor de Deus em ação para com a igreja remida de Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário