Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Efésios 2:5-6

Efésios 2:5-6 - Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos). E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus.
ESTANDO NÓS AINDA MORTOS. O versículo primeiro fala sobre este mesmo assunto, dada a sua importância dentro deste tema para o escritor e que era também de interesse dos leitores desta carta. Inclusive, o apóstolo se inclui dentre aqueles que antes de aceitarem a Cristo, estavam mortos espiritualmente, isso porque, estavam vivos no corpo, porem, mortos na alma e no espírito. E esta é a condição espiritual de todos aqueles que vivem separados de Cristo Jesus, ele que é a ressurreição e a vida.

EM NOSSAS OFENSAS. O apóstolo fala sobre o estado de desobediência em que vivia ele e os seus leitores, antes de terem um encontro com a vida, que é Cristo Jesus. De fato, quem vive no mundo da incredulidade, mesmo que estejam vivos no corpo, mas, porque vive para os desejos da carne, está morto, porque está separada da verdadeira vida que é Deus. A rebelião e a apostasia contra Deus gera nos seres humanos a morte.

NOS VIVIFICOU JUNTAMENTE COM CRISTO. A feliz decisão de aceitar a Cristo como Senhor e Salvador mudou o status de Paulo e dos seus leitores, porque mudaram de defuntos espirituais para vivos em Cristo. Por causa dos pecados da humanidade foi que Cristo morreu, mas foi vivificado pelo poder de Deus, como sendo o Senhor da vida. Não é diferente com aqueles que acreditam em Cristo, eles são vivificados juntamente com ele.

PELA GRAÇA SOIS SALVOS. Esse é um dos temas mais defendidos pela teologia de Paulo, “a salvação pela graça”. Os judaizantes defendiam que a salvação era pelas boas obras praticadas pelos seguidores da legislação de Moisés. Os falsos mestres gnósticos pregavam a salvação pela prática do asceticismo. Enquanto que, o evangelho assegura a salvação pela graça de Deus para os gentios, como sendo um favor não merecido.

E NOS RESSUSCITOU JUNTAMENTE COM ELE. O novo nascimento abordado pelo evangelho das boas novas é de fato uma ressurreição espiritual, em que os que dele participam em Cristo renasce da morte para a vida. A queda da raça humana teve como consequência a morte da humanidade. Porem, a regeneração pelo poder do evangelho das boas novas de Cristo, recupera a vida e a capacidade do homem viver para Deus.

E NOS FEZ ASSENTAR NOS LUGARES CELESTIAIS. A morte espiritual é a separação de Deus e de todos os benefícios que provem do Criador. Deus fez o homem para desfrutar de todas as bênçãos materiais e espirituais, todavia, o pecado gerou a separação do homem do seu criador e de suas bênçãos também. No entanto, com a nova aliança, Deus traz uma nova esperança de salvação e vida eterna para os remidos em Cristo.

EM CRISTO JESUS. Essa esperança dos remidos em Cristo se assentar nos lugares celestiais só é possível mediante a obra redentora prodigalizada por Cristo Jesus. Antes da vida do Messias de Deus havia inimizade entre os homens e o Criador, mas a propiciação feita pelo Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo foi eficaz para realizar a reconciliação. A obra perfeita da redenção abriu para os remidos a parta da salvação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário