Pesquisar este blog

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Efésios 3:14-15

Efésios 3:14-15 - Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome.
POR CAUSA DISTO. Cristo foi o grande alvo dos inimigos do reino de Deus, quando esteve na terra, mas depois de Jesus, durante o tempo da igreja primitiva, ninguém foi mais perseguido do que o apóstolo Paulo, dada a sua importância como missionário transcultural do reino de Cristo. E por conta de tantas tribulações, perseguições e prisões, o apóstolo sentia a necessidade de viver em constante oração ao Senhor dos Exércitos para que lhe guardasse dos seus perseguidores, a fim de fazer a obra de Deus na terra.

ME PONHO DE JOELHOS. Os judeus não davam muita importância a esta postura, quando se tratava de fazerem suas orações ao Deus de Israel, é tanto que, diante do muro das lamentações eles se amontoavam juntos de pé para clamar ao seu Deus. Já os cristãos sempre se utilizaram desta postura, porque sabem que de joelhos em terra e que se demonstra um verdadeiro sentimento de humilhação perante Deus e o seu Cristo. No entanto, não quer dizer que de joelhos é a mais correta maneira de se orar a Deus.

PERANTE O PAI. Desde os começos da história da humanidade que todos aqueles que invocavam ao Deus Criador, assim o faziam com o senso de que o Senhor também é o grande Pai da humanidade. Mas em se tratando de Deus como Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, isso ainda é mais verdadeiro, uma vez que, Jesus foi gerado pelo Espírito de Deus. São muitas as referências e as provas bíblicas de que Deus é o verdadeiro Pai de Cristo.

DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO. Quase sempre que os escritores do Novo Testamento fazem referência ao nome de Cristo, assim procedem em conecção com o Deus Criador de todas as coisas. Temos neste texto, mais uma vez a citação do título completo de Cristo em que ele é Senhor dos Senhores. Jesus que dizer: Aquele que veio salvar o seu povo dos seus pecados e o sobrenome Cristo nos ensina sobre a missão do Messias de Deus.

DO QUAL TODA A FAMÍLIA. “Do qual” Alguns comentaristas afirmam de que se refere a Nosso Senhor Jesus Cristo, mas também existem outros que falam de que o autor se refere efetivamente ao Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Já no que diz respeito a frase “toda a família” podemos conjecturar que o apóstolo esta escrevendo sobre todas as nações do mundo, que já na nova dispensação, compõem a igreja universal de Cristo.

NO CÉU E NA TERRA. O autor focaliza todos os seres espirituais, como anjos, arcanjos, querubins e serafins, bem como os principados e potestades de luz, fazendo parte de uma grande família de Deus. Como também no que diz respeito a terra, não é diferente, todos as nações, tribos e línguas ou seja todos os povos do mundo, por meio da igreja remida de Cristo fazem parte da grande família de Deus, que é o Pai de todos.

TOMA O NOME. Nos termos da nova dispensação da graça de Deus com a humanidade e especificamente com a igreja amada de Cristo, todas as nações do mundo, de forma individual por cada pessoa, agora, tem o privilégio de evocar o nome do Deus Criador, por meio de Cristo Jesus, pela intercessão do Espírito Santo de Deus. Tomar o nome é em termos gerais, invocar, adorar e render glórias, honra, louvor e ações de graças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário