Pesquisar este blog

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Efésios 4: 29-30

Efésios 4: 29-30 - Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.
NÃO SAIA DA VOSSA BOCA NENHUMA PALAVRA TORPE. Como fundador que era, Paulo conhecia muito bem a igreja de Éfeso, além de sempre ficar bem informado do estado espiritual daquela comunidade. Desta forma, podemos conjecturar que este problema do falar por falar, com palavra que não servem de nada, estava ocorrendo naquela comunidade cristã. Palavra torpe é conversa fiada, discussão de assuntos degradantes, brigas com acusações caluniosas, palavrões, xingamentos, conversas cheias de malícias.

MAS SÓ A QUE FOR BOA. Primeiro, o escritor aponta o problema e coloca o dedo bem em cima da ferida, com uma reprimenda que poderia despertar os seus leitores, sobre algo que estava ocorrendo de maneira natural, sem que eles percebessem a gravidade do fato. Para logo em seguido transmitir seu edificante conselho. O desejo do apóstolo era de que seus filhos na fé mudassem o jeito de se comunicar para o que edifica e é bom.

PARA PROMOVER A EDIFICAÇÃO. Tem assuntos entre o povo de Deus, que não serve em nada para o crescimento espiritual dos ouvintes. Até mesmo em muitas pregações, o que fala fica enchendo linguiça, com uma mensagem sem sentido, que em nada promove a edificação dos ouvintes. Tem certos tipos de comunicação que pode ser classificadas de: Jogar palavras fora, gastar saliva, conversa fiada, porque não serve para nada.

PARA QUE DÊ GRAÇA AOS QUE A OVEM. As pessoas consideram os servos de Cristo como mensageiros de Deus, dos quais se espera que sejam também profetas do Senhor, que sempre tem uma palavra proveitosa. Nisto se pode perceber a importância de uma mensagem vinda do coração de Deus, transmitida por um dos seus servos e recebida por uma alma necessitada. Os ouvintes querem ouvir algo de Deus por meio de nossa voz.

E NÃO ENTRISTEÇAIS O ESPÍRITO SANTO DE DEUS. Encontramos nesta frase o título completo do Santo Espírito de Deus. Na economia divina, o Espírito Santo é a terceira pessoa da trindade santa, sem, no entanto, perder nenhum valor na essência da divindade. De acordo com essa mensagem, percebe-se que os procedimentos de um servo de Deus pode provocar tristeza no Santo Espírito do Senhor, o que não é bom porque o Espírito do Senhor se afasta de tal pessoa.

NO QUAL ESTAIS SELADOS. O selo nos ensina sobre a garantia de que, uma aliança terá o seu fiel cumprimento, bem como servia de segurança para as parte que fechavam um acordo, tendo por fim, o sinal de que o pacto estava consumado. A presença habitadora do Santo Espírito de Deus na vida do servo de Cristo produz a certeza da chamada do Senhor Jesus, serve como garantia das promessas feitas, que resultara em salvação.

PARA O DIA DA REDENÇÃO. Este dia da redenção pode ser visto como representando a volta de Cristo para arrebatar a sua igreja remida, porque a volta de Cristo para a igreja será um verdadeiro resgate ou rapto. Como também este dia da redenção pode representar o dia da eternidade, em que os remidos de Cristo estarão eternamente com o Salvador, desfrutando perfeita felicidade, alegria, paz e vida abundante em Cristo Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário