Pesquisar este blog

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Efésios 4:25-26

Efésios 4:25-26 - Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros. Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.
POR ISSO DEIXAI A MENTIRA. “Por isso” o que? Essa frase faz a ligação entre o texto anterior, e este que agora estamos comentando, em que o autor dá continuidade a sua secção de recomendações, falando sobre a nova vida daqueles que foram alcançados pelas boas novas do evangelho. Deixar a mentira é uma colocação feita pelo escritor em que aponta em direção a um novo jeito de falar, dos servos de Cristo, porque na vida velha, tudo era engano. Com isso Paulo diz, ou vocês são convertidos ou não são ainda.

E FALAI A VERDADE. Com a maior naturalidade, o homem carnal, e que ainda não entregou sua vida a Cristo Jesus, para viver conforme o evangelho da verdade, em tudo se desboca em mentiras, principalmente nos negócios para tirar proveito em tudo. Mas, quem diz que é discípulo de Cristo, não pode nem deve ficar mentindo para os outros, até porque, somos representantes do reino de Deus, e isso não convém, nem é bom.

CADA UM COM O SEU PRÓXIMO. Ao que tudo indica, a falsidade estava deitando e rolando dentro da comunidade cristã, em que o artificialismo era quem prevalecia no meio do povo de Deus. Hoje não é diferente, encontramos muitos daqueles que vivem dentro das denominações, mais sendo dominado pela duplicidade, ou seja, são pessoas de dupla personalidade, ao ponto de não se saber quem são de verdade tais pessoas.

PORQUE SOMOS MEMBROS UNS DOS OUTROS. A mentira, o engano e o subterfúgio não podem nortear o ambiente da casa de Deus, porque somos a igreja do Senhor Jesus, e como igreja de Cristo, somos membros uns dos outros. E como membros de uma mesma família, precisamos ser transparentes uns com os outros. É ridículo ver um crente querendo passar a perna no outro ou tentando tirar proveito um do outro, enganando o seu próximo.

IRAI-VOS. Este texto, que é o versículo 26, combate algo que é muito comum no meio do povo de Deus, mas que não deveria nem existir. O que mais tem são os embates de um cristão contra o outro, por questões de poder, posição e oportunidade. Por conta dos interesses pessoas ou de grupos, não é difícil identificar os problemas de um cristão se encontrar com raiva do seu irmão, isso porque se sente afrontado ou prejudicado.

E NÃO PEQUEIS. Por conta das diferenças de opinião, vem às disputas, e na frase anterior o escritor acha que isso é até natural, porem, o que não é permitido é que um servo de Cristo peque contra o seu próximo. A recomendação do escritor é que, haja um autocontrole de cada um dos membros da igreja de Cristo, no sentido de que, mesmo havendo choques de opinião, mas isso, não pode se tornar em prática de hostilidade.

NÃO SE PONHA O SOL SOBRE A VOSSA IRA. Percebemos que o apóstolo identifica o problema “a ira”, transmite o seu conselho “não peques”, e mostra uma saída “que a vossa ira seja passageira, apenas de momento”. Os problemas que são naturais haver entre um e outro na igreja, deve ser resolvido o mais rápido possível, caso contrário, isso se transforma em uma bola de neve, que mais sedo ou mais tarde eclode, e só prejudica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário