Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Efésios 5:22-23

Efésios 5:22-23 - Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor. Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.
VÓS MULHERES, SUJEITAI-VOS. Paulo, como em outras partes de suas cartas, sempre preocupado com o bem-estar espiritual da igreja, traz mais uma secção com seus conselhos para o lar cristão, querendo a tranquilidade da estrutura familiar, daqueles que faziam parte da igreja de Cristo. Primeiro, ele se dirige as mulheres cristãs, que deveriam seguir o padrão do judaísmo, no que concerne aos seus comportamentos para com seus maridos, que era inteira submissão aos mesmos. Essa era uma cultura oriental de Israel e demais nações.

A VOSSOS MARIDOS. O apóstolo Paulo foi um desbravador de novos campos missionários transculturais, e como tal, ensinou grandes mudanças no que diz respeito à vida religiosa dos povos alcançados, com o evangelho da graça de Deus. Mas, neste particular ele não havia mudado sua mentalidade, quanto a seus conceito para com as mulheres, e, portanto, seguia o mesmo padrão do judaísmo, sendo bastante machista.

COMO AO SENHOR. Entende-se que as recomendações aqui contidas são para as mulheres cristãs, que faziam parte da igreja de Cristo que estava em Éfeso, porque as mulheres deveriam ser sujeitas aos seus maridos, do mesmo modo que eram obedientes ao Senhor. “Senhor” neste caso, tanto pode se referir a Deus Pai, quanto ao Senhor Jesus Cristo, porque dentro do Novo Testamento, Jesus é Senhor dos senhores e Rei dos reis.

PORQUE O MARIDO É A CABEÇA DA MULHER. A cultura judaica e dos povos mais antigos do oriente, defendia de forma discriminatória, completa submissão das esposas aos seus maridos. E isso de maneira tão radical, que se chegava a falar de que, as mulheres não podiam nem pensar, por si próprias, quanto mais agirem independentemente, sem o consentimento dos seus maridos, ao ponto de se tornarem escravas dos seus esposos.

COMO TAMBÉM CRISTO. O autor está fazendo uma analogia entre o casal cristão e o comportamento da igreja para com seu esposo, Jesus Cristo. Em se tratando do cristianismo histórico, podemos dizer que neste aspecto, a igreja tem avançado, no sentido de mudar democraticamente o tratamento para com as mulheres. Importantes lideranças femininas Deus têm levantado, para favorecer positivamente as mulheres.

É A CABEÇA DA IGREJA. O judaísmo era bastante radical no que concerne ao tratamento que se dava as mulheres, no que diz respeito aos seus deveres domésticos. No entanto, o cristianismo tem se modernizado, porque a forma com que Cristo dirige sua igreja é a democracia cristã. O tempo tem se encarregado de implementar melhorias, no que tange a administração conjunta dos relacionamentos entre os esposos e suas mulheres.

SENDO ELE PRÓPRIO O SALVADOR DO CORPO. No que diz respeito a Cristo e a sua igreja, podemos dizer que, esse é o grande mistério de Cristo para com a sua noiva, porque ele veio para salvar o seu povo dos seus pecados. No que diz respeito aos maridos e as suas respectivas esposas, os homens podem e devem ajudar a suas mulheres a servirem ao reino de Deus, e com isso contribuírem para salvação de suas esposas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário