Pesquisar este blog

sábado, 31 de dezembro de 2016

Efésios 5:27

Efésios 5:27 - Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.
PARA A APRESENTAR. Desde os começos do cristianismo, que o Senhor Jesus tem exercido o seu grande poder para apresentar a sua igreja ao mundo, como sendo a coroa de sua glória, e isso em ternos de crescimento e desenvolvimento. Mas, Cristo também vai apresentar a importância de sua igreja, quando de sua volta para o arrebatamento, neste momento, o mundo vai ver o valor da igreja. Por fim, Cristo vai apresentar sua igreja diante de Deus na eternidade, como resultado de sua perfeita obra de redenção.

A SI MESMO. Profeta Isaías 53:11 - Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniquidades deles levará sobre si. Quando Cristo reunir todo o seu povo nas mansões celestiais, ele se dará por satisfeito, porque será um número ilimitado de remidos que ele comprou com o seu sacrifício de amor. Então ele verá que valeu a pena ter sofrido o sacrifício de expiação e propiciação pela sua igreja, que ele remiu com o seu sangue.

IGREJA. A igreja de Cristo é o novo Israel de Deus, composta por Judeus e gentios, com povos de todas as nações do mundo. Ela também é chamada metaforicamente de noiva de Cristo, porque está se preparando para o casamento, que haverá na volta do Noivo, que se dará no dia do arrebatamento. A igreja do Senhor Jesus também é chamada de “corpo de Cristo” em que Cristo é o cabeça, que reina e governa sobre seu corpo, a igreja.

GLORIOSA. Como a igreja é a noiva de Cristo, em termos alegóricos, o escritor a vê como a noiva que se prepara com todos os mais belos ornamentos para se encontrar com o seu noivo. No caso da igreja de Cristo, não é diferente, a noiva de Cristo está adornada com glória e esplendor para o grande dia do encontro com o seu Noivo, o Senhor Jesus, é quando se dará o casamento, e em seguida, a festa, nas bodas do Cordeiro.

SEM MÁCULA. O autor continua usado termos comparativos, entre uma noiva que se prepara para o momento do seu casamento, e o encontro da igreja com o Noivo, Jesus Cristo, no dia do arrebatamento. “Sem mácula” nos fala sobre todo o aparato de ornamento e vestes que a noiva usava para o dia do casamento. No que diz respeito à igreja, nos ensina sobre uma igreja justificada pelo próprio Cristo, pura e sem mácula.

NEM RUGA, NEM COISA SEMELHANTE. Essa era uma expressão que representava uma noiva bem jovem, na flor de sua idade, que era dada como noiva ao seu futuro esposo. No que tange a igreja de Cristo, sem ruga nem coisa semelhante, isso nos fala sobre a transformação que os remidos de Cristo serão absorvidos, onde o que é corruptível se revestira do incorruptível e o que é transitório se revestirá da eternidade de glória.

MAS SANTA E IRREPREENSÍVEL. No dia do casamento, a noiva tinha que está impecável para se encontrar com o seu noivo. Não será diferente no grande dia tão esperado da noiva de Cristo, que será o dia do arrebatamento. A igreja, como noiva de Cristo está sendo preparada pelo Espírito Santo de Deus para o perfeito encontro entre a noiva e o seu Noivo, Jesus Cristo. A noiva estará perfeita e intocável para se encontrar com o Noivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário