Pesquisar este blog

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Efésios 6:18

Efésios 6:18 - Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos.
ORANDO. Quando um exército saia para a guerra contra outra nação, era muito importante e até indispensável a presença do próprio rei na batalha, quando isso não era possível, ele era representado pelo seu filho, o príncipe. Nas nossas batalhas contra o mal e contra as trevas é indispensável à presença de Deus e de Cristo para que possamos vencer os embates contra nossos inimigos. A oração é a ação de invocar o Rei dos reis e Senhor dos senhores, aquele que é Senhor dos exércitos para lutar por nós.

EM TODO O TEMPO. Mesmo que a batalha venha a cessar por algum momento, mas não se pode parar de orar, porque no tempo de calmaria se faz oração, como que fazendo reserva para o tempo mais difícil. Porque chega o momento em que a guerra é tão pesada e tão forte, que não sobra tempo para muita oração. Essa colocação feita pelo escritor nos dá a entender que, a oração não é feita somente de joelhos, mas que ela pode ser feita no espírito, porque o verdadeiro adorador adora em espírito e em verdade.

COM TODA ORAÇÃO E SÚPLICA. A oração é uma das formas do adorador invocar a Deus para agradecer alguma coisa ou para pedir qualquer coisa conforme a sua necessidade. Na história de Israel e da igreja remida de Cristo, a oração sempre foi utilizada como meio de adoração e comunhão entre o povo de Deus e o Criador de todas as coisas. A súplica se traduz como aquela petição feita com humildade, mas também com insistência.

NO ESPÍRITO. A palavra “Espírito” se inicia com letra maiúscula, o que indica o Espírito de Deus e não o espírito do ser humano. E na verdade, uma das características do Espírito Santo é justamente ser o nosso Intercessor perante Deus, é isso que nos ensina Paulo escrevendo aos (Romanos 8:26). Já o nome “Paráclito” também como um dos títulos do Espírito Santo se traduz como alguém que se pões de lado para defender ou interceder.

E VIGIANDO NISSO. Vigiar neste caso, é continuar na batalho, defendendo a fé e o reino de Cristo, mas não desistir de fazer as orações em busca das respostas da parte de Deus, até porque sem a ajuda do Senhor, ninguém consegue vencer os grandes adversários que surgem na nossa frente. Os nossos inimigos, principados, potestades, e hostes espirituais da maldade, são invisíveis, por isso precisamos do indispensável apoio do nosso Deus.

COM TODA A PERSEVERANÇA. Perseverar na luta, na batalha, vencendo um gigante a cada passo, porque a guerra não para. Enquanto estivermos nesta dimensão da vida, sempre os nossos inimigos estarão investindo contra a nossa vida, contra as nossas bênçãos e contra a nossa salvação. E perseverando na oração e súplica, porque por meio da oração podemos recarregar nossas forças para continuar de pé nesta peleja.

E SÚPLICA POR TODOS OS SANTOS. Em nossas oração e súplicas, precisamos também lembrar que nas mesmas batalhas estão muitos outros guerreiros, nossos irmãos, que estão também nas batalhas. Somos um mesmo povo e um mesmo exército de soldados que lutam por uma mesma causa, que é defender os interesses do reino de Cristo. Santos neste caso são pessoas vivas, e não mortos canonizados como diz o paganismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário