Pesquisar este blog

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Efésios 6:20

Efésios 6:20 - Pelo qual sou embaixador em cadeias; para que possa falar dele livremente, como me convém falar.
PELO QUAL. Esse Texto é um complemento do que o autor vinha escrevendo anteriormente, quando ele falava sobre o evangelho de Cristo. De fato, Paulo teve profundas revelações quanto à mensagem das boas novas de Cristo para o mundo gentílico, muito mais do que os doze, que faziam parte do grupo apóstolo. É tanto que, o ministério de Paulo foi diferente dos demais, porque ele foi chamado por Cristo para ser um missionário transcultural, levando o evangelho a outras nações do mundo.

SOU. Quem era Paulo? Antes de se converter ao cristianismo era mais conhecido como sendo Saulo de Tarso da Cecília. Ele era um fariseu, que estava a serviço do judaísmo, que com autorização dos sacerdotes judaicos, tinha carta branca para perseguir, prender e até mandar matar os seguidores de Cristo. Todavia, teve um encontro pessoal com Jesus de Nazaré, na estrada de Damasco, o que o fez mudar de vida, deixando de seguir o judaísmo para ser embaixador do Cristianismo, a nova religião de Cristo Jesus.

EMBAIXADOR. Um embaixador é um estadista diplomático, enviado de uma nação para a outra como seu legítimo e autorizado representante. No caso de Paulo, ele era um embaixador do reino de Cristo enviado a outras nações para levar as boas novas de Cristo aquelas nações que ainda não conheciam ao Filho de Deus, Jesus Cristo. A missão de Paulo era fazer viagens missionárias por outras nações semeando o evangelho de Cristo.

EM CADEIAS. Isso fala sobre os vários aprisionamentos que o apóstolo teve que enfrentar por pregar o evangelho da nova aliança de Cristo com a sua igreja remida. Os escritos do Novo Testamento descreve sobre vários, porem, podemos citar em Éfeso, Cesareia, Jerusalém e em Roma, onde terminou sua missão. Esse servo de Deus ficou também sendo conhecido como o prisioneiro de Cristo, por conta de pregar a verdade.

PARA QUE POSSA. Nem mesmo o que para muitos era negativo, deixou de ser uma oportunidade para Paulo, para que ele se tornasse o grande apóstolo dos gentios. As suas prisões por defender o cristianismo causava muitas repercussões, e por isso, ele era levado à presença das autoridades, e nunca perdia a oportunidade de pregar o evangelho para grande e pequenos também, porque como prisioneiro falava de Cristo aos presos.

FALAR DELE LIVREMENTE. Prisioneiro no corpo físico, porem livre para falar sobre Cristo Jesus e sobre sua importância na implantação de uma nova aliança, não mais exclusivista, como foi o judaísmo, mas um novo pacto, com pessoas de todas as nações do mundo, o que constitui o cristianismo. Não importava em que circunstância ele se encontrava, mas Paulo nos deixa o bom exemplo de quem pregava a palavra em todo tempo e lugar.

COMO ME CONVÉM FALAR. Os demais apóstolos tiveram chamadas diferentes, é tanto que concentraram suas atividades em Israel e na Palestina, somente depois dos anos setenta é que saíram da zona de conforto, quando Jerusalém foi destruída. Mas Paulo foi enviado a pregar o evangelho em terras longínquas, onde Cristo e o seu evangelho ainda não eram conhecidos. Por isso que ele também é chamado de apóstolos dos gentios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário