Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Efésios 6:22

Efésios 6:22 - O qual vos enviei para o mesmo fim, para que saibais do nosso estado, e ele console os vossos corações.
O QUAL. O escritor esta se reportando ao amado irmão Tíquico, seu amigo de ministério, que provavelmente era um evangelista da igreja de Éfeso, que neste momento se encontrava com Paulo para ajudá-lo, neste instante de seu aprisionamento. Esse ministro do evangelho era mais um daqueles amigos de Paulo que o servia na prisão e que também cumpria missões comissionadas pelo apóstolo dos gentios, visitando as igrejas e pregando o evangelho e as doutrinas cristãs por onde passava no mundo gentílico.

VOS ENVIEI. Tíquico, assim como Timóteo e também Epafrodito e outros, eram muito úteis para Paulo, porque enquanto o apóstolo se encontrava preso, por defender o cristianismo, esses seus companheiros de ministério, supriam suas necessidades, em visitar as igrejas para saber do estado de cada uma delas, e também levar notícias de Paulo ao povo de Deus. Desta feita, Tíquico estava indo a cidade de Éfeso, sendo enviado por Paulo, para confortar a igreja, com o testemunho a respeito do próprio Paulo.

PARA O MESMO FIM. Que fim era esse? É que Paulo, como fundador da igreja de Éfeso, ele se preocupava com tudo que estava acontecendo naquela igreja, e ele desejava com a visita de Tíquico, tomar conhecimento do estado daquela igreja. Bem como, o seu amigo levava suas informações sobre tudo que estava lhe acontecendo na prisão, como também o que estava acontecendo nas demais igrejas e nos campos missionários.

PARA QUE SAIBAIS. Percebe-se o amor que Paulo desfrutava para com aquela igreja, ao ponto de mandar mensageiro para contar e testemunhar dos seus negócios e do seu estado neste momento. Fala-se que esta é mais uma das cartas da prisão de Paulo, em que ele atravessava momentos difíceis, uma vez que se encontrava impedido de fazer missões e visitar as igrejas por ele fundadas, como supervisor que era de muitas delas.

DO NOSSO ESTADO. Se de fato, o apóstolo se encontrava preso, neste momento de seu ministério, então, ele certamente desejava transmitir para a igreja de Éfeso, os detalhes da sua prisão, como aconteceu, como se encontrava no cárcere, suas angustias por não poder visitar as igrejas, suas audiências com as autoridades. Em fim, seu dia a dia e suas expectativas quanto ao seu futuro, se seria solto, ou era mesmo o fim de sua carreira.

E ELE CONSOLE. Paulo era realmente muito querido pela igreja de Éfeso, ao ponto de provocar muitas angústias nos irmão ao saberem de que ele se encontrava preso, mais uma vez, e ao que tudo indica, desta feita em Roma, de onde não mais saiu, mas que foi condenado e executado como mártir do cristianismo. Mesmo passando por tribulações, mas o escritor deseja que seus filhos na fé se sentissem consolados mesmo assim.

OS VOSSOS CORAÇÕES. O próprio Paulo afirma que, os seus aprisionamentos, não deveria ser para tristeza dos seus filhos na fé, mas sim, para servir de encorajamento, a fim de que, tomando o seu exemplo, os demais seguidores de Cristo, não desistissem dos caminhos do Senhor, mas que se firmassem cada vez mais. Por isso que ele diz: Sede meus imitadores, assim como eu sou de Cristo, desta forma ele deixa o exemplo de fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário