Pesquisar este blog

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Gálatas 2:10-11

Gálatas 2:10-11 - Recomendando-nos somente que nos lembrássemos dos pobres, o que também procurei fazer com diligência. E, chegando Pedro à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível.
RECOMENDANDO-NOS SOMENTE QUE. Em resumo, o que se pode dizer sobre a reunião de Paulo com os principais líderes da igreja mãe de Jerusalém, é que foi por demais proveitosa, em que Paulo conseguiu atingir seus objetivos, no que diz respeito ao seu apostolado para com os gentios. Sem exigências gritantes, apenas os líderes da igreja sede solicitaram a Paulo que se possível, se lembrasse dos pobres de Israel, porque muitas perseguições eles tiveram que passar, tanto dos judaizantes, quanto de Roma.

LEMBRÁSSEMOS DOS POBRES. Esse era um trabalho que Paulo e os líderes das igrejas gentílicas já praticavam em forma de campanhas para arrecadação de donativos para os carentes da comunidade cristã. As denominações atuais deveriam copiar o exemplo das igrejas primitivas, e não somente levar a palavra para as pessoas que ainda não seguem a Cristo, conforme o evangelho, mas demonstrar o amor fraternal em ações sociais.

O QUE TAMBÉM PROCUREI FAZER COM DILIGÊNCIA. Se Paulo já tinha isso como uma tradição nos campos missionários por ele evangelizados e nas igrejas por ele fundadas, a partir de então, ele intensificou mais ainda, já que foi não uma exigência, mas sim uma solicitação dos líderes de Jerusalém. O fato é que os judeus depois do cativeiro babilônico ficaram sujeitos à pobreza, e dependiam das ajudas humanitárias e religiosas externas.

E CHEGANDO PEDRO. A partir de então, o escritor descreve sobre uma outra situação, que como críticas, ele fala, ate certo ponto, com o descumprimento por parte dos líderes de Israel do acordo celebrado por eles. A verdade é que na reunião feita com os líderes da igreja de Jerusalém, se descobriu que já havia muitas e grandes igrejas fundadas por Paulo no mundo gentílico. Então começaram a invadir as igrejas fundadas por Paulo.

À ANTIOQUIA. Os historiadores nos falam sobre duas Antioquias, em que uma era situada na Síria, provavelmente a que está em evidência neste texto, e a outra Antioquia da Pisídia. Pedro como amigo que era de Paulo começou então a visitar as igrejas do mundo gentílico, certamente a convite de Paulo, para então conhecer os seguidores de Cristo nos campos transculturais. Temos então Pedro fora de sua área de atuação.

LHE RESISTI NA CARA. Não se sabe se Pedro estava na companhia de Paulo ou se ele foi visitar a comunidade cristã de Antioquia sem o consentimento de Paulo. O fato é que o apóstolo dos gentios teve uma discussão com o apóstolo dos judeus, por motivos que em seguida o próprio Paulo explica. A realidade é que Pedro esta agindo com dupla personalidade, ora agia como se gentio fosse, mas em outro momento como judeu.

PORQUE ERA REPREENSÍVEL. Na reunião que houve em Jerusalém, ficou acertado que, Pedro seria encarregado de evangelizar os judeus e os seguidores do judaísmo, enquanto que Paulo ficou encarregado de evangelizar os campos transculturais dos gentios. Assim sendo, Pedro não poderia impor nem exigir que os gentios fossem submetidos aos costumes dos judeus, nem os judeus as tradições dos gentios. Então, Pedro estava errado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário