Pesquisar este blog

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Gálatas 2:7

Gálatas 2:7 - Antes, pelo contrário, quando viram que o evangelho da incircuncisão me estava confiado, como a Pedro o da circuncisão.
ANTES, PELO CONTRÁRIO. Paulo fez uma exposição bem detalhada sobre o evangelho que ele anunciava as nações gentílicas, bem como suas atividades como missionário transcultural, e certamente sobre os resultados positivos dos seus trabalhos, em que muitas igrejas já estavam fundadas em várias partes do mundo. Ouvindo isso, os apóstolos nada disseram em contrário, porque foram imediatamente convencidos de que Deus estava efetivamente com o apóstolo dos gentios e suas atividades eram aprovadas.

QUANDO VIRAM QUE. Acredita-se que, não somente Pedro, Tiago e João estavam reunidos com Paulo, Barnabé e Tito, mas que todos os demais apóstolos estivessem presentes para ver com os próprios olhos o que Paulo, juntamente com seus cooperadores tinham a expor. Naquela oportunidade realmente viram com os próprios olhos a ousadia com que o apóstolo dos gentios falava sobre o que Deus estava fazendo por seu intermédio, porque o Espírito Santo tomava a Paulo com autoridade e poder.

O EVANGELHO. Este evangelho sobre o qual o escritor fala, diz respeito à nova forma com que Deus estava tratando com a humanidade por meio da nova dispensação da graça. O evangelho é o poder de Deus para libertação e salvação de todo aquele que crer em sua mensagem. No evangelho nos encontramos a mensagem de reconciliação dos homens para com Deus, mediante a redenção realizada por Cristo Jesus nosso Senhor.

DA INCIRCUNCISÃO. O evangelho da incircuncisão nos fala exatamente sobre a mensagem da graça de Deus transmitida por Paulo e os missionários transculturais aos gentios. Quando Paulo deixou o judaísmo pelo cristianismo, Pedro até tentou introduzir a Paulo no meio do grupo dos apóstolos de Jerusalém, mas não funcionou, porque a chamada de Paulo era de levar o evangelho das boas novas aos gentios e não aos judeus.

ME ESTAVA CONFIADO. Moisés, bem como os sacerdotes e levitas tinham a missão de levarem a legislação de Moisés aos seguidores do judaísmo. Cristo veio e implantou a nova dispensação da graça de Deus com a humanidade. E ainda no tempo da igreja primitiva, Deus escolheu a Paulo para levar o evangelho das boas novas aos gentios, que eram as demais nações do mundo. Cristo confiou a Paulo essa missão transcultural.

COMO A PEDRO. Já Pedro teve uma missão importante, quanto ao evangelho de Cristo, porem, com um foco diferente de Paulo. Pedro também teve uma importância fundamental nos começos do cristianismo, porque ele teve o privilégio de ser um dos amigos pessoas de Cristo. Depois da ascensão do Mestre, Pedro tinha a missão de coordenar o grupo dos apóstolos, bem como levar o evangelho ao povo judeu de Israel.

O DA CIRCUNCISÃO. O evangelho da circuncisão ficou sendo confiado a Pedro. Este evangelho da circuncisão trazia consigo uma mensagem de transição entre a lei e o tempo da graça, entre o judaísmo e o cristianismo. Cristo viveu intensamente este momento de mudança, porque ele veio justamente implantar esta mudança. Mas, com sua ascensão, ele deixou sobre a responsabilidade de Pedro, evangelizar o povo judeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário