Pesquisar este blog

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Gálatas 3:13

Gálatas 3:13 - Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro.
CRISTO. A história do mundo teve um divisor de águas com a vinda do Messias de Deus, como a.C. e d.C. A intervenção de Deus por meio do Emanuel, promoveu mudanças importantes entre toda a criação e o Criador de todas as coisas. Quando se fala de Cristo, as Sagradas Escrituras estão se referindo ao Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, Jesus de Nazaré. Cristo efetuou a reconciliação entre o homem e Deus, por meio da propiciação, uma vez que, a redenção envolve a expiação pelo pecado do povo.

NOS RESGATOU. Essa expressão usada pelo autor, diz respeito ao resgate de prisioneiros de guerras em que, uma nação vencia a outra e levava seu povo como cativos. Depois os exércitos dos países vencidos invadia o país vendedor para resgatar seus soldados. No caso da obra de redenção realizada pelo Cristo de Deus, envolve o resgate dos seres humanos do pecado com suas consequências. Como também o resgate dos filhos dos homens das influências negativas do império das trevas ou do diabo com seus demônios.

DA MALDIÇÃO DA LEI. O que de princípio era para abençoar os filhos de Israel, com o passar do tempo se transformou em maldição, isso porque, os seguidores do judaísmo não tiveram a capacidade de atenderem as exigências da legislação de Moisés. A obra perfeita de redenção realizada pelo Cristo de Deus resgatou a todos aqueles que fazem parte de sua igreja remida, tanto judeus quanto gentios, da maldição da lei. Aleluias.

FAZENDO-SE MALDIÇÃO POR NÓS. O apóstolo está escrevendo sobre a redenção realizada por Cristo em nosso lugar. Isaías 53:5 - Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. A redenção envolve diretamente o Redentor no resgate de outrens. Cristo tomou o nosso lugar na cruz do Calvário.

PORQUE ESTÁ ESCRITO. Mais uma vez o escritor faz a citação da própria lei de Moisés para justificar a importância de Cristo no resgate de sua igreja, das exigências da própria legislação de Moisés. O apóstolos dos gentios cita a passagem de (Deuteronômio 21:23) em que Cristo estava sendo considerado pelos judaizantes como maldito. O que Paulo entende que, quem deveria ser maldito era o pecador, mas Cristo foi crucificado por nós.

MALDITO TODO AQUELE QUE FOR. Qual foi o pecado que Cristo cometeu para ser crucificado naquela cruz? Nenhum pecado ele cometeu, nenhuma falha foi percebida em sua vida! E o próprio governador que o condenou, disse que ele era inocente. Mas porque ele foi pendurado no madeiro? Isso ele se permitiu que acontecesse porque fazia parte de sua propiciação em lugar dos pecadores resgatados por ele em sua expiação.

PENDURADO NO MADEIRO. Paulo se reporta sobre o ato da crucificação do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. A encenação do espetáculo da crucificação não foi um ato simples de punição, mas envolvia a redenção da igreja amada de Cristo, com tudo que envolve a propiciação de um inocente em lugar dos pecadores. Na cruz do Calvário, o Cristo de Deus realizou a reconciliação da criação com o Criador, produzindo a paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário