Pesquisar este blog

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Gálatas 6:1

Gálatas 6:1 - Irmãos, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado.
IRMÃOS, SE ALGUM HOMEM. O fato do escritor chamar os seus leitores de irmãos, isso nos fala da sua simplicidade e humildade no trato com os seus filhos na fé, coisa que muitos dos líderes de hoje precisam apreender. Depois podemos conjecturar que estas exortações e ensinamentos são dirigidos aos servos de Cristo e não aos incrédulos das cidades da Galácia. Este ensino transmitido pelo apóstolo nos faz compreender que qualquer ser humano está passível de ser surpreendido com as falhas humanas.

CHEGAR A SER SURPREENDIDO. Para o homem natural, a questão do pecado é algo comum e ele não ver nada de errado nos prazeres da vida e nas concupiscências da carne. Mas para quem é convertido e serve a Cristo, praticar algum tipo de pecado, é algo anormal e que causa um mal-estar grande com prejuízos e consequências graves. É tanto que o autor chama de surpresa o fato de alguém que serve a Cristo cometer pecado.

NALGUMA OFENSA. Não que os servos de Cristo estejam blindados ou imunes aos pecados, mas é que o grande esforço daqueles que vivem para Cristo e com Cristo é para agradar aqueles que o chamou para a santificação. Essa ofensa sobre a qual se reporta o escritor, diz respeito a todos os tipos de falhas, sejam elas mais graves ou menos ofensivas. Seja pecado, transgressão, iniquidade ou falhas, tudo é ofensa contra Deus.

VÓS QUE SOIS ESPIRITUAIS. É bem provável que o apóstolo dos gentios se dirija aos líderes das igrejas locais em toda a região da Galácia, eles que se pressupõem seriam mais espirituais do que os cristãos comuns das comunidades cristãs. Ser mais espiritual é ter mais experiência nas coisas de Deus, como também é ser um líder escolhido pelo Senhor para orientar o rebanho de Deus nos caminhos do evangelho e na vontade de Deus.

ENCAMINHAI O TAL COM ESPÍRITO DE MANSIDÃO. Quando alguém comete qualquer deslize quanto aos seus compromissos com o reino de Deus, é como se tal pessoa adoecesse na sua alma, e assim sendo precisa de cuidados para não terminar morrendo espiritualmente. Portanto, os mais fracos na fé precisam ser tratados com mais amor e cuidados especiais para se recuperarem dos seus defeitos e ser salvos da perdição.

OLHANDO POR TI MESMO. Aqueles líderes mais radicais, que por qualquer motivo discriminam ou até mesmo excluem os mais fracos na fé, quando chegam a ser surpreendidos por alguma ofensa, não encontram misericórdia dos seus companheiros, porque plantou vento e termina colhendo tempestade. É muito fácil julgar e condenar os outros, mas qualquer um pode chegar à cadeira e réu, e cada um colhe o que planta.

PARA QUE NÃO SEJAS TENTADO. Podemos conjecturar que o escritor esteja pensando em que, os que julgam e condenam os outros não seja tentado a serem cruéis com os outros, quando se ele estivesse no lugar do réu, requereria misericórdia e não juízo. Mas também podemos imaginar que o apóstolo esteja falando de que, os que são mais espirituais não sejam tentados a cair no mesmo erro ou falha dos mais fracos na fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário