Pesquisar este blog

sexta-feira, 3 de março de 2017

Gálatas 6:13

Gálatas 6:13 - Porque nem ainda esses mesmos que se circuncidam guardam a lei, mas querem que vos circuncideis, para se gloriarem na vossa carne.
PORQUE NEM AINDA ESSES MESMOS QUE. Hipocrisia seria o termo mais adequado que o autor teria usado para descrever esses mesmos, sobre os quais ele fala de forma subliminar, não claramente. Tem um ditado que diz: faça o que digo, mas não faça o que faço. Jesus atacou diretamente os escribas e fariseus, eles que atavam fardos pesados nos ombros dos outros, mas eles mesmos nem com o dedo queriam mover tais cargas pesados nas costas dos outros. Tem muitas lideranças legalistas nas igrejas de hoje.

SE CIRCUNCIDAM. A circuncisão foi estabelecida ainda nos dias do patriarca Abraão, em que os seus descendentes, quando possível, seriam circuncidado ao oitavo dia do seu nascimento, isto é, os meninos. Mas também poderia ser efetuada quando no tempo adulto, nos prosélitos do judaísmo, como sinal de que tal pessoa se convertera a lei de Moisés, e que a partir de então, essa pessoal era obrigada a guardar todos os mandamentos da legislação mosaica. Isto era lei, isto era regra e também exigência.

GUARDAM. O que estava acontecendo nas igrejas da Galácia? Os cristãos legalistas da igreja mãe de Jerusalém estavam invadindo os campos missionários conquistados por Paulo, e como eles teimavam em guardar a lei de Moisés, desta forma estavam impondo que os gentios convertidos ao cristianismo também seriam obrigados a guardarem a lei de Moisés, como se fossem seguidores do judaísmo e não do cristianismo.

A LEI. Mas, a realidade é que, nem mesmo estes cristãos legalistas guardavam a lei de Moisés, porem, queriam que os novos convertidos ao cristianismo vivessem como se judeus fosse, quando nem mesmos eles tinham condições de guardarem todos os mandamentos da legislação de Moisés. Dois pesos e duas medidas era o que estava ocorrendo com os cristãos legalistas contra os seguidores do evangelho na Galácia.

MAS QUEREM QUE VOS CIRCUNCIDEIS. Uma das provas que nem mesmo os judeus tinham condições de guardarem a legislação de Moisés, era o foto de que eles estavam retornando de dois cativeiros, o babilônico e o assírio, e neste momento estavam sob o domínio dos romanos. Deus havia falado que quando eles fossem infiéis, seriam dominados por outros povos. De forma que a circuncisão não valia mais de nada.

PARA SE GLORIAREM. Esse tipo de movimento proselitista era algo reprovado por Deus, porque os cristãos legalistas estavam agindo com falsidade com os novos convertidos. A cada novo adepto que ganhavam para o judaísmo e não para o cristianismo era uma balburdia que faziam. Hoje não é diferente, tem muitos dos supostos ganhadores de almas, que gostam de fazer seus relatórios quando fazem um prosélito de sua religião.

NA VOSSA CARNE. Estas lideranças legalistas faziam mais festas quando alguém era circuncidado, do que quando alguém se decidia a viver para Cristo. A circuncisão era mais valorizada do que o batismo cristão. O ritual da circuncisão era mais destacado do que quando se descobria que mais uma pessoa havia nascido de novo pela regeneração da palavra de Deus. O cerimonial da circuncisão substituía a transformação de vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário