Pesquisar este blog

sábado, 4 de março de 2017

Gálatas 6:15

Gálatas 6:15 - Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão, nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura.
PORQUE. A igreja cristã estava dividida em seus começos, em que de um lado era composta pelos cristãos legalistas de Jerusalém, eles que entenderam que Jesus apenas fez uma pequena reforma no judaísmo, e com isso, não largaram mão da lei de Moisés, juntando-se a seus estatutos, mandamentos e juízos as palavra de Cristo. Do outro lado, a igreja gentílica, evangelizada pelo apóstolo dos gentios, composta de pessoas que vieram também do judaísmo, mas que na grande maioria das demais religiões pagãs.

EM CRISTO JESUS. Deus se propôs antes mesmo do nascimento de Jesus Cristo, quando ainda antes e durante a velha dispensação da lei, por meio do seu Messias formar o novo Israel, a igreja de Cristo, com todas as nações do mundo. O sobrenome Cristo, nos fala sobre a missão redentora do Messias de Deus, porque ele era o enviado e ungido de Deus Pai para implantar a nova dispensação da graça. E Jesus é o nome próprio do Filho de Deus, que é uma transliteração do nome de Josué, e quer dizer Salvador.

NEM A CIRCUNCISÃO. A circuncisão foi um pacto estabelecido entre Abraão e Deus em que todos os seus descendentes a partir de então seriam circuncidado. A circuncisão era uma pequena cirurgia no prepúcio do menino judeu, que era feita pelo sacerdote ao oitavo dia do nascimento do menino. Mas, com a vinda do legítimo descendente de Abraão, Cristo Jesus, o ato da circuncisão perdeu seu efeito definitivamente.

NEM A INCIRCUNCISÃO. Antes da manifestação do Messias de Deus sobre a terra como sendo o Emanuel, Deus entre os homens, eram considerados pelos judeus povos gentios, as demais nações pagãs do mundo, que não faziam parte das alianças de Deus com Israel. Porem, com a vinda do Messias de Deus, Jesus de Nazaré, e com a implantação da nova dispensação, os que aceitam a Cristo deixam de ser pagãos, e passam a ser cristãos.

TEM VIRTUDE ALGUMA. Cristo Jesus implantou uma nova modalidade de comunhão entre os homens e o Deus Criador. A partir da fundação da igreja de Cristo, composta de judeus e gentios, nem a circuncisão, que foi o pacto com Abraão e seus descendentes tem valor algum, nem o fato de ser alguém pertencente à incircuncisão, que eram as demais nações do mundo, também chamadas pelos judeus de pagãs ou incircuncisas.

MAS SIM O SER. O que importa agora, no tempo da nova dispensação de Deus é ser uma nova criatura em Cristo Jesus. O novo status assumido pelo cidadão do céu, que pode ser judeu ou gentio, é pela graça de Deus e pela fé em Cristo Jesus, e isso não depende de ser judeu ou gentio, circunciso ou incircunciso. O importante e ser um verdadeiro cristão, que nasceu de novo pela regeneração feita e realizada pelo Espírito Santo de Deus.

UMA NOVA CRIATURA. Essa nova criatura pode ser judeu ou gentio, não importa a nacionalidade, posição social nem raça. Ser uma nova criatura é passar pelo processo de transformação de vida, nascer de cima pelo poder do Espírito Santo. Passar a buscar o reino de Deus em primeiro lugar e as coisas que são de cima como prioridade. Amar a Deus acima de qualquer coisa e o próximo como a si mesmo, isso é ser uma nova criatura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário