Pesquisar este blog

segunda-feira, 13 de março de 2017

Hebreus 2:15-16

Hebreus 2:15-16 - E livrasse a todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão. Porque, na verdade, ele não tomou os anjos, mas tomou a descendência de Abraão.
E LIVRASSE A TODOS OS QUE. O escritor apresenta o Cristo de Deus como sendo o libertador da raça humana, que desde a queda do nobre casal ainda lá no Jardim do Éden, caiu na tentação do diabo, pecaram contra Deus, o que trouxe consequências terríveis para toda a humanidade. Esse foi o trabalho de resgate, o que o evangelho chama de redenção feita por Cristo Jesus. Se pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

COM MEDO DA MORTE. A queda de Eva e Adão, pela tentação do diabo, resultou na morte física e espiritual dos filhos dos homens, o que gerou medo em todos os seres humanos da morte, porque a morte passou a atacar a todos os homens. Com isso, aquele que tinha o império da morte, o diabo, passou a aterrorizar a todos, metendo medo nas pessoas, quanto àquilo que se tornou inevitável a todos os homens, a morte física.

ESTAVAM POR TODA A VIDA SUJEITOS. Desde a mais tenra idade que os seres humanos lutam sem cessar para se desviar da morte, e isso até o ultimo suspiro sobre a terra. Aqueles que têm mais condições financeiras percorrem o mundo todo para combater suas doenças e enfermidade, e isso fazem, com medo da morte. Bom seria que todos os humanos se esforçassem igualmente para se livrarem da morte espiritual.

A SERVIDÃO. O medo da morte física se tornou uma servidão para todos os homens, isso porque, todos pecaram, e com isso, a morte passou a ter poder sobre todos os homens. Graças a Deus que, Cristo se manifestou para livrar os seus remidos desta servidão, principalmente no que diz respeito à morte espiritual. Quem tiver o privilégio de participar do arrebatamento da igreja, estando vivo na terra, não provarão a morte física, porque serão transformados, para não provarem a morte, e entrarão na vida eterna.

PORQUE, NA VERDADE, ELE. “Ele” se refere ao Deus da vida, ele que por amor a suas criaturas, enviou o seu Cristo para modificar a realidade sobre a morte da alma dos seres humanos, que recebem a Cristo como Senhor e Salvador. A verdade é que, os ímpios tanto serão vencidos pela morte física, quanto pela morte espiritual. Mas os remidos de Cristo, ainda que provem a morte física, mas não provarão da segunda morte.

NÃO TOMOU OS ANJOS. Para resolver o problema da morte de todos os homens, seja a morte física ou espiritual, o Deus Criador não se utilizou dos seus anjos, apesar de que os anjos de Deus estão a serviço dos que hão de herdarem a vida eterna. Os anjos de Deus têm outras missões a cumprirem no reino de Deus e na economia divina. São seres espirituais e imortais, mas que não são designados por Deus para vencerem a morte.

MAS TOMOU A DESCENDÊNCIA DE ABRAÃO. Esta descendência de Abraão, sobre a qual se reporta o escritor, não diz respeito à Isaque, nem a Jacó, nem muito menos os seus descendentes subsequentes. Mas, este “descendente” de Abraão, diz respeito ao Messias de Deus, ele que também é o Emanuel, o Cristo de Deus, Jesus de Nazaré. Ele que venceu a morte, quando ressuscitou de entre os mortos, para dar vida eterna aos seus remidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário