Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de março de 2017

Hebreus 2:3

Hebreus 2:3 - Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram.
COMO ESCAPAREMOS NÓS. Escapar de que? De acordo com a legislação de Moisés, para que alguém pudesse escapar das maldições impostas pela lei, tal pessoa era obrigada a atender todos os requisitos exigidos pela lei e guardar todos os seus estatutos, mandamentos e juízos. Já conforme a nova dispensação da graça de Deus, este escapar é se livrar da condenação eterna, da segundo morte, que é a separação eterna de Deus e da vida. Neste texto, o escritor mostra a saída de como escapar desta condenação eterna.

SE NÃO ATENTARMOS. De acordo com o que deixou escrito o apóstolo Paulo, a lei foi uma preparação do caminho para a salvação em Cristo Jesus, já na nova dispensação. Deus providenciou o rumo para trazer o homem de volta ao caminho da salvação. Com a vinda do Messias, o plano de Deus foi exposto, por meio do evangelho da graça. Agora, basta o ser humano atentar para as verdades de Deus, conforme o evangelho de Cristo.

PARA UMA TÃO GRANDE SALVAÇÃO? Quando se fala sobre a grandeza da salvação, o evangelho esta falando do seu alcance universal, uma vez que, a nova aliança da graça de Deus esta disponível para todas as nações, como também nos ensina sobre o seu valor. A palavra “salvação” no Novo Testamento tem mais o sentido de vida eterna, além dos vários aspectos de livramentos, que os remidos alcançam em Cristo Jesus nosso Senhor.

A QUAL, COMEÇANDO A SER. A velha dispensação não oferecia a salvação em termos de vida eterna, porque as suas promessas eram terrenas e materiais para esta vida presente na terra. Com a vinda do Messias de Deus esta salvação e vida eterna começou a ser anunciada aos judeus e a todos os povos da terra. O modelo de salvação que a nova dispensação da graça oferece veio à tona com a manifestação do Messias de Deus.

ANUNCIADA PELO SENHOR. Cristo não veio somente implantar uma pequena reforma no judaísmo, como pensavam os cristãos legalistas convertidos do judaísmo ao cristianismo. Ele se manifestou na plenitude dos tempos para pregar sobre o novo modo operante de Deus com a humanidade. A mensagem de Cristo mostrava ao povo de Israel o caminho para um destino futuro melhor do que as bênçãos simplesmente terrenas da lei.

FOI-NOS DEPOIS CONFIRMADA. Cumprindo seu perfeito ministério de reconciliar o homem com Deus, Jesus subiu para se assentar a destra de Deus em posição elevadíssima. Mas deixou os seus apóstolos e discípulos para darem continuidade à obra do reino de Deus por meio de sua igreja. “foi-nos” essa colocação feita pelo escritor aponta que esta carta possivelmente tenha sida escrita por um dos apóstolos.

PELOS QUE A OUVIRAM. Esta salvação sobre a qual escreveu o autor teve sua grandeza demostrada, quando pessoas de todas as gentes do mundo ouviram e creram na mensagem do evangelho de Cristo. Os judeus não imaginavam de que um simples homem, “Jesus de Nazaré” poderia promover uma mudança tão grande na história da humanidade. Por isso que a história fala em a.C. e d.C. dada a importância de Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário