Pesquisar este blog

sexta-feira, 17 de março de 2017

Hebreus 3:13

Hebreus 3:13 - Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado.
ANTES. Este “antes” é enfático para destacar a próxima mensagem, com o mesmo direcionamento nos seus leitores, buscando lhes posicionarem na realização de tudo que é correto para com Deus. Os filhos de Israel não deram bons exemplos quanto à fidelidade para com o seu Deus, mas, o autor espera algo melhor dos seus leitores, no sentido de se esforçarem o máximo para agradar a Deus e realizar a sua vontade.

EXORTAI-VOS. A exortação no tempo em que o Novo Testamento estava sendo escrito, servia de conselho para aqueles que as ouviam. A lei de Moisés era impositiva e suas exigências irrevogáveis, é tanto que, quem quebrasse o menor dos seus mandamentos seria penalizada de forma dura e imperdoável. Já as regras da nova dispensação da graça funcionam como uma democracia cristã, onde a misericórdia triunfa sobre o juízo.

UNS AOS OUTROS. Neste capítulo, o escritor também tem a intenção de fazer um contraste entre a velha dispensação da lei e a nova dispensação da graça, colocando esta última em situação superior a anterior. Na antiga dispensação era cada um por si, mas na nova, é todos por todos, em que o egoísmo cai por terra, para dar lugar a prática do amor fraternal. E Cristo deixou o maior exemplo de preocupação com o próximo.

TODOS OS DIAS. Não que alguém viva monitorando a vida uns dos outros, mas que todos os dias, aqueles que têm o Espírito de Deus, busquem aconselhar aos seguidores de Cristo, para que se firmem cada vez mais nos caminhos do evangelho. O pecado que tão de perto nos rodeia, tenta nos tirar da presença de Deus todos os dias, razão porque a todo o momento, precisamos de uma palavra de orientação rumo à santificação de vida.

DURANTE O TEMPO QUE SE CHAMA HOJE. Esse tempo que se chama hoje, certamente diz respeito à nova dispensação da graça de Deus, que é totalmente diferente do tempo de antes, no período da velha dispensação. O Messias de Deus se manifestou e implantou o novo tempo, em que os filhos de Deus tem que vencerem um leão a cada dia, para se manter vivos na presença de Deus, porque o reino é tomado a força. Nesse tempo que se chama hoje, a igreja de Cristo conta com as orientações do Espírito Santo de Deus.

PARA QUE NENHUM DE VÓS SE ENDUREÇA. É bem provável em que o escritor se reporte aos pecados de estimação, em que as pessoas mesmo sabendo de que estão erradas, mas continuam praticando o que não é certo, porque geralmente tais práticas trazem prazer ou atendem aos interesses pessoais. Assim sendo, a consciência vai se acostumando com a prática do delito, ao ponto da própria consciência se tornar insensível ou morta. Tem pessoas que o seu coração é feito lajeiro, que não se rende diante da palavra de Deus.

PELO ENGANO DO PECADO. O pecado tem sua origem nos agentes das trevas, que são o diabo com os seus demônios. A prova disto é que o primeiro pecado foi praticado pelo diabo e seus agentes, os demônios ainda nos céus. Depois, no princípio da raça humana, no jardim do Éden, quando o nobre casal caiu Adão e Eva, lá estava a influencia direta de satanás, que se utilizou da serpente, para enganar a mulher e o homem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário