Pesquisar este blog

sexta-feira, 17 de março de 2017

Hebreus 3:14

Hebreus 3:14 – Porque, nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim.
PORQUE, NOS TORNAMOS. A vinda do Messias de Deus, Jesus de Nazaré, foi à chance que Deus deu aos hebreus e aos gentios de se tornarem uma só família, em Cristo Jesus nosso Senhor. A legislação de Moisés já havia cumprido o seu papel para o qual Deus por meio de Moisés designou, que foi mostrar aos judeus, que eles não tinham condições de por méritos próprios conquistar as bênçãos totais dos céus, porque não obedeceram.

PARTICIPANTES. Ainda sobre a frase anterior, o escritor se inclui juntamente com os seus leitores, como fazendo parte da grande família de Deus aqui na terra, por meio de Cristo Jesus. Ser participante em Cristo Jesus é fazer parte da igreja de Cristo, e para tanto, os que são participantes de Cristo é porque o receberam como Senhor e Salvador. Com isso, entendemos que os destinatários desta carta eram judeus convertidos ao cristianismo, o que aconteceu com os apóstolos e discípulos de Cristo e muitos dos filhos de Israel.

DE CRISTO. A igreja remida do Senhor Jesus é o seu corpo em todo o planeta terra, de forma que, quem faz parte da igreja amada de Cristo também participa da família de Deus Pai e seu Filho Jesus. Ser participante de Cristo é também andar como Cristo andou e viver como ele viveu, o que o evangelho chama de discípulo do Mestre. A frase “em Cristo” é recorrente dentro das páginas do Novo testamento e fala de comunhão.

SE RETIVERMOS. Ver-se a preocupação do escritor com a firmeza dos seus leitores, a fim de que, eles não agissem como os filhos de Israel, que em Horebe se rebelaram contra o seu Deus, além de tentarem ao Senhor, também o provocaram a ira. Nos começos da fé cristã, ser um seguidor do reino de Cristo era sinônimo de perseguição, em que os próprios judeus, juntamente com o império romano massacravam os servos de Cristo.

FIRMEMENTE O PRINCÍPIO. Grande parte dos que estavam lendo esta carta, viram com os seus próprios olhos o que Jesus realizou em Israel e ouviram com seus próprios ouvidos os ensinamentos e pregações feitas pelo Verbo de Deus. Eles eram pessoas que deixaram o judaísmo para se converterem ao cristianismo, isso porque, tinham convicção de que Jesus de Nazaré era realmente o Messias prometido por Deus. De forma que, os leitores desta carta começaram bem sua confissão de fé e deveriam permanecer nela.

DA NOSSA CONFIANÇA. Confiança neste caso é a mesma coisa de fé perfeita em Cristo Jesus e na sua obra completa de redenção. A lei de Moisés exigia plena obediência aos mandamentos da legislação de Moisés, enquanto que, a nova dispensação da graça de Deus em Cristo Jesus requer fé inabalável no nome poderoso de Cristo Jesus. É preciso confiar que todas quantas promessas de Deus em Cristo Jesus terão o seu cumprimento.

ATÉ O FIM. Disse Jesus: Mateus 24:14 – Mas, aquele que persevera até o fim, esse será salvo. Os filhos de Israel que se rebelaram contra Deus no deserto de Refidim pereceram no próprio deserto e não entraram no repouso de Deus. Da mesma forma, se os leitores desta carta apostatassem da fé que já haviam adquirido em Cristo Jesus, também perderiam a oportunidade de entrarem no repouso de Deus, que é a vida eterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário