Pesquisar este blog

terça-feira, 28 de março de 2017

Hebreus 4:11

Hebreus 4:11 - Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência.
PROCUREMOS, POIS. Como o autor se inclui na mensagem, podemos afirmar que ele se dirige aos seus leitores com exortações importantes, no sentido de cada vez mais se firmarem no evangelho das boas novas de Cristo. O verbo expressa ação daqueles que já eram conhecedores das verdades de Deus, estimulando os hebreus a que se esforçassem ao máximo para que entrassem no repouso eterno, o que significa serem dignos de morar na Nova Jerusalém Celestial, onde não mais haverá sofrimento, nem dor e nem choro.

ENTRAR. Assim como Moisés tinha consigo a missão de tirar os filhos de Israel da terra da servidão, o Egito e os introduzirem na terra da promessa, Canaã. Cristo veio com a missão de resgatar os seus servos do Egito, que representa o mundo, e os introduzirem na Nova Jerusalém Celestial. Mas para que os homens possam entrar neste repouso prometido por Cristo, precisam aceitar a Cristo Jesus como Senhor e Salvador.

NAQUELE REPOUSO. Este repouso não se refere à entrada dos filhos de Israel na terra de Canaã, até porque de fato, a entrada na terra prometida aconteceu, porem, em textos anteriores, o escritor desta carta demonstra que não aconteceu o repouso esperado, é tanto que, não muito depois, por causa da desobediência a legislação de Moisés, o filhos de Israel se tornaram cativos. Mas este repouso sobre o qual o autor se reporta diz respeito a salvação e vida eterna, morada eterna na pátria celestial, a Cidade Santa.

PARA QUE NINGUÉM. A antiga aliança de Deus com os hebreus era um pacto nacionalista, em que somente uma nação, Israel dela participava, portanto era de pouco alcance. Todavia, a nova dispensação da graça de Deus, por meio de Cristo Jesus é muito abrangente, pois dela todas as nações do mundo podem participar, e muito mais, individualmente, todo aquele que crer no nome de Cristo, entrará no repouso de Deus.

CAIA. Os filhos de Israel que saíram do Egito por meio de Moisés, e que murmuraram contra Deus, o provocando a ira, caíram no deserto, e não tiveram o privilégio de entrarem na terra prometida. A nação de Israel que entrou na terra prometida de Canaã caiu nos cativeiro, porque desobedeceu a legislação de Moisés. Se os leitores desta carta também desobedecerem ao evangelho das boas novas cairão da graça de Deus.

NO MESMO EXEMPLO. O que aconteceu com os filhos de Israel, no deserto de Horebe, em Massá e Meribá, deve servir de exemplo para os que dentro da nova dispensação servem a Cristo, a fim de que não imitem os desobedientes e rebeldes filhos de Israel. Isso porque, o mesmo Deus que se irou no passado contra os rebeldes, ele não mudou e continua tomando as devidas providências com justiça contra os que apostatam da fé.

DE DESOBEDIÊNCIA. Quando os filhos de Israel chegaram ao deserto, eles todos já eram conscientes de que, o destino era a terra de Canaã, porque conheciam o suficiente da fidelidade de Deus em cumprir suas promessas, no entanto, desobedeceram as palavra do Senhor. Os hebreus foram os primeiros a conhecerem o evangelho pelas pregações do próprio Cristo, porque o Messias veio e se manifestou entre eles como profeta de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário