Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de março de 2017

Hebreus 4:16

Hebreus 4:16 - Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.
CHEGUEMOS, POIS COM CONFIANÇA. A vinda do Messias de Deus para inaugurar uma nova dispensação da graça, abre as portas do céu para os remidos do Senhor Jesus. Na antiga dispensação o povo precisava de um intermediário para se chegar por ele diante de Deus, mas na nova dispensação qualquer pessoa em ato de adoração e oração tem acesso direto ao trono de Deus, por meio do seu Filho Jesus Cristo, ele que é Sumo Sacerdote entre a igreja e o trono da graça de Deus, que é a presença de Deus.

AO TRONO DA GRAÇA. Esta é uma figura de linguagem que representa a presença graciosa do Deus de bondade, misericórdia e compaixão. Ninguém, pelos seus próprios méritos merece chegar nem perto da presença de Deus, Todavia, como esta é a dispensação da graça de Deus, tudo é pela sua infinita bondade que ele nos fornece. O trono da graça está repleto de benefícios para os que recorrem à presença de Deus e agora, que Cristo está assentado a destra do Pai, é ele que intercede pelos seus remidos.

PARA QUE POSSAMOS ALCANÇAR. Quando o escritor diz que precisamos nos achegar ao trono da graça, isso alerta para o fato de que, todos precisam recorrer ao trono da graça para alcançarem seus objetivos. Tudo tem um preço, e Cristo já fez a sua parte, cabendo a todos os homens recorrerem à presença de Deus para que possam receber aquilo que precisam da parte do trono de Deus, e isso inclui o perdão dos pecados.

MISERICÓRDIA. Deus deu ao homem o livre arbítrio para que ele faça o que quiser de suas ações, da mesma forma, cabe ao homem recorrer ao perdão de Deus, quando pecar contra os céus. O que a palavra de Deus nos ensina é que o Senhor sempre está cheio de misericórdia para perdoar a todos aqueles que buscam sua compaixão. As misericórdias do Senhor é a causa de não sermos consumidos e elas se renovam todos os dias.

E ACHAR GRAÇA. Os hebreus que viveram no tempo da lei de Moisés não entendiam nada disto que o escritor expõe sobre estes assuntos, até porque no tempo da velha dispensação, os seguidores do judaísmo conquistavam suas bênçãos por tentativas de guardarem a lei, coisa que não conseguiam. Mas como os leitores desta carta eram pessoas convertidas ao cristianismo, certamente compreendiam o que era a graça.

A FIM DE SERMOS AJUDADOS. Imagine se os sumos sacerdotes da antiga aliança não gostassem de uma pessoa, e se propusesse não oferecer sacrifício por tal pessoa? Porem, na nova dispensação temos um único Sumo Sacerdote que demonstrou sua bondade para com todos, sem fazer acepção de Pessoas, por isso que temos livre acesso ao trono da graça de Deus, a fim de sermos ajudados quando precisarmos. Glória ao nome de Cristo.

EM TEMPO OPORTUNO. Podemos dizer que este tempo oportuno é o tempo da nova dispensação da graça de Deus, em que todos os povos do mundo, que aceitam a Cristo como Senhor e Salvador, têm acesso ao trono da graça. Como também podemos dizer que este tempo oportuno se refere à sempre que precisarmos das misericórdias de Deus é só recorrer a sua bondade buscando sua presença em qualquer hora e oportunidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário