Pesquisar este blog

segunda-feira, 20 de março de 2017

Hebreus 4:2

Hebreus 4:2 - Porque também a nós foram pregadas as boas novas, como a eles, mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram.
PORQUE TAMBÉM A NÓS FORAM PREGADAS. É interessante observar que o escritor se inclui entre aqueles que fazem parte dos hebreus, que pode ser um dos apóstolos de Jerusalém ou também Paulo que era hebreu de hebreus. O próprio Senhor Jesus concentrou suas atividades evangelísticas em Israel, buscando levar o seu evangelho aos seus compatriotas judeus, bem como os seus apóstolos em sua grande maioria, pelo menos até os anos setenta fizeram o mesmo, evangelizando os hebreus.

AS BOAS NOVAS. Essas boas novas a que se refere o escritor, dizem respeito a tudo que envolve o evangelho de Cristo e os parâmetros da nova aliança da graça de Deus com a humanidade, mediante a obra perfeita de redenção realizada por Cristo Jesus nosso Senhor. Não que o evangelho tivesse chegado a todos os israelitas individualmente, mas os leitores desta carta, que eram cristãs, as boas novas de Cristo alcançaram a todos.

COMO TAMBÉM A ELES. Da mesma forma, os filhos de Israel, aqueles mesmos que se rebelaram contra o Senhor em Horebe, mais especificamente em Massá e Meribá, os que saíram com Moisés do Egito. Eles todos ouviram o plano de Deus pelas palavras de Moisés e Arão seu irmão, que era o porta voz de Moisés. Desde os primeiro momentos que o líder espiritual daquele povo, Moisés, vinha instruído toda a aquela gente.

MAS A PALAVRA DA PREGAÇÃO. Não que fosse a mesma mensagem do evangelho de Cristo que Moisés pregava para os filhos de Israel, o que o autor tenta explicar para seus leitores é que eles estavam instruídos de acordo com o que Deus planejava para eles todos. Moisés como um líder de grande sabedoria, porque ele era formado em todas as ciências do Egito, buscou com todo empenho transmitir a palavra de Deus ao povo.

NADA LHES APROVEITOU. O pior se deu, no fato de que os rebeldes não deram ouvidos ao que Deus falava por meio do seu servo Moisés. Enquanto Moisés pregava sobre os mandamentos de Deus e a sua lei, do outro lado, os filhos de Israel não se interessavam pelo que Deus lhes ensinava. Essa mensagem nos fala da obstinação dos filhos de Israel em desobedecerem à palavra do Senhor. Neste caso, apostasia superou a obediência.

PORQUANTO NÃO ESTAVA MISTURADA COM A FÉ. A palavra de Moisés foi ouvida por todos, mas o efeito foi negativo, porque os filhos de Israel não confiaram nas promessas de Deus. Da mesma forma, se os hebreus, leitores desta carta, não dessem ouvidos a mensagem que Cristo lhes trouxe, não crendo que ele era o Messias de Deus, assim como os desobedientes pereceram, também agora, não seriam salvos por Cristo Jesus.

NAQUELES QUE A OUVIRAM. O problema não estava em Moisés, nem muito menos em suas pregações, mas sim na rebeldia dos que lhe ouviram, mas não creram. Como também o problema não estava em Cristo e em suas pregações das boas novas, mas sim nos que lhe ouviram, por meio do seu ministério da pregação. Conhecer as verdades das boas novas do evangelho é uma coisa, mas obedecer à palavra pregada é outra coisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário