Pesquisar este blog

sábado, 25 de março de 2017

Hebreus 4:6

Hebreus 4:6 - Visto, pois, que resta que alguns entrem repouso, e que aqueles a quem primeiro foram pregadas as boas novas não entraram por causa da desobediência.
VISTO, POIS, QUE RESTA QUE ALGUNS. Observamos neste ponto, que a salvação não é de todos nem para todos. No caso dos filhos de Israel, nem todos que saíram da terra do Egito por meio de Moisés, tiveram o privilégio de entrar da terra de Canaã. Como também já dentro do tempo da nova dispensação, a salvação está disponível para todos, mas sabemos que poucos são aqueles que dão crédito ao evangelho da verdade.

ENTREM NO REPOUSO. Ainda em se tratando dos filhos de Israel, a grande maioria pereceu no deserto, somente os que tinham de vinte anos para baixo é que ficaram vivos e alguns outros, que não murmuraram, nem tentaram e nem provocaram ao Senhor. Da mesma forma, neste tempo presente, em que Cristo esta conduzindo alguns para as mansões celestiais, mas nem todos hão de tomarem posse da salvação. Se comparar com as grandes multidões dos perdidos, apenas alguns serão salvos e herdarão a vida eterna.

E QUE AQUELES A QUEM. O autor fala daqueles que dos filhos de Israel, tinham conhecimento das promessas de Deus feitas a Abraão, e que por meio de Moisés, ouviram as boas novas de que o Senhor os estava tirando do Egito para conduzi-los a terra prometida, Canaã. Como também, o escritor se refere aqueles que já no tempo de Cristo tiveram o privilégio de ouvi-lo pessoalmente, mas que não creram na sua palavra.

PRIMEIRO FORAM PREGADAS. Depois da aliança feita entre Abraão e Deus, pela promessa do Senhor, as boas novas de que os filhos de Israel tomariam posse da terra prometida passou a ser divulgada para todos os descendentes de Abraão. Já no que diz respeito ao repouso eterno, o Messias de Deus veio justamente para o seu povo, os hebreus, que tiveram o privilégio de ouvirem de Cristo as promessas de vida eterna.

AS BOAS NOVAS. Essas boas novas para os filhos de Israel eram justamente a promessa de entrada na terra de Canaã. Imagine uma nação inteira que estava sendo escravizada no Egito, sair da casa da servidão rumo ao cumprimento da promessa de tomar posse de uma terra que manava leite e mel? Porem, as boas novas no tempo de Cristo são justamente o anuncio de novas promessas de posse de uma pátria celestial, onde os salvos não terão contrariedades, nem dor e nem sofrimentos de espécie nenhuma.
NÃO ENTRARAM. Infelizmente grande parte daqueles que saíram cheios de esperança da terra do Egito, baseados na promessa feita a Deus de torarem possa da terra prometida, não puderam entrar na terra prometida. Como também muitos dos que ouviram as boas novas do próprio Cristo de Deus, o rejeitaram, e por isso perderam a promessa de vida eterna. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam, nem o aceitaram (João 1:10.

POR CAUSA DA DESOBEDIÊNCIA. No caso dos filhos de Israel que pereceram no deserto, eles não tomaram posse da promessa de entrarem na terra prometida, por causa da desobediência. E manifestaram essa tal desobediência por meio das murmurações, tentando ao Senhor e lhe provocando a ira. Cristo meio e anunciou o novo programa de salvação de Deus, mas os seus não entenderam que ele era o Messias prometido por Deus. A desobediência às boas novas do evangelho impede da posse da vida eterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário