Pesquisar este blog

segunda-feira, 27 de março de 2017

Hebreus 4:8-9

Hebreus 4:8-9 - Porque, se Josué lhes houvesse dado repouso, não falaria depois disso de outro dia. Portanto, resta ainda um repouso para o povo de Deus.
PORQUE, SE JOSUÉ. Dentro do mesmo assunto que o autor vem abordando neste mesmo capítulo de Hebreus, ele deixa um pouco de lado o fato da provocação que houve no deserto em Horebe para escrever sobre a entrada dos filhos de Israel na terra prometida. Como Moisés não pode entrar na terra de Canaã, por conta de sua desobediência a voz de Deus. Então, o Senhor chamou a Josué para pleitear a conquista da terra que manava leite e mel, juntamente com Israel. Josué assumiu o lugar de Moisés na conquista.

LHES HOUVESSE DADO REPOUSO. A promessa era dar repouso aos filhos de Israel, quando estes entrassem na terra de Canaã, só que por conta da desobediência daquele povo, eles não tiveram descanso na terra prometida. Não demorou muito, e os hebreus entraram por caminhos diferentes daqueles que Moisés havia ensinado por meio de sua legislação. Até que vieram os cativeiros e foram expulsos da terra prometida a Abraão.

NÃO FALARIA DEPOIS DISTO. De forma que, a promessa não pode ser concretizada, não porque Deus tivesse falhado, não foi isso, mas os filhos de Israel não foram dignos de receberem o cumprimento da promessa feita a Abraão. Assim sendo, na interpretação do escritor, ainda restava um repouso para o povo de Deus, agora, não os descendentes biológicos de Abraão, mas os seus filhos na fé, como diz o evangelho de Cristo Jesus.

DE OUTRO DIA. Um dia muito importante para o Israel de Deus foi quando o povo entrou na terra que manava leite e mel, porem, eles não fizeram por onde aquele tempo fosse o comprimento da promessa. Este “outro dia” diz respeito a uma plenitude de tempo chamado dispensação da graça, em que Deus renova a promessa de um novo repouso para o seu povo, quando o Messias veio para libertar um povo seu zeloso de boas obas.

PORTANTO, RESTA AINDA. A promessa foi feita ao amigo de Deus, o patriarca Abraão, que introduziria os seus descendentes na terra de Canaã, e assim o Senhor cumpriu esta palavra, tirando o povo da casa da escravidão e levando até a terra da promessa. Todavia, o repouso não aconteceu, e se não aconteceu, precisava acontecer, porque as promessas de Deus são irrevogáveis, isso porque, ele é fiel em cumprir a sua palavra.

UM REPOUSO. Resta ainda um repouso, e para que o povo de Deus tome posse deste repouso, o Messias de Deus veio para libertar os seus remidos da escravidão do pecado, deixou o seu evangelho que mostra o caminho até a Nova Jerusalém Celestial, onde o povo de Deus haverá de fato repousar de todos os tipos de sofrimentos e contrariedades. Este repouso vai se cumprir na vida de todos aqueles que fazem parte da igreja remida do Senhor Jesus. É repouso porque não haverá mais dor, nem choro e nem morte.

PARA O POVO DE DEUS. No tempo da velha dispensação, o povo de Deus era todos aqueles que faziam parte da nação de Israel, todos aqueles que seguiam o judaísmo instituído pelo grande legislador Moisés. Com a manifestação do Messias de Deus, Jesus de Nazaré, o povo de Deus é a igreja amado de Cristo. Igreja esta composta de Hebreus e gentios de todas as nações do mundo, todos aqueles que nasceram de novo para Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário