Pesquisar este blog

sexta-feira, 31 de março de 2017

Hebreus 5:5-6

Hebreus 5:5-6 - Assim também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, Hoje te gerei. Como também diz, noutro lugar: Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque.
ASSIM TAMBÉM CRISTO. No texto anterior o autor vinha explicando que ninguém toma para si mesmo a chamada para ser sacerdote, porque assim como Arão e seus filhos, eles foram constituídos por Deus sumos sacerdotes de Israel. Agora, o escritor diz a mesma coisa sobre Cristo na introdução deste texto, afirmando que Jesus não se fez Sumo Sacerdote de si mesmo, mas que tudo foi preparado pelo Deus Todo-poderoso e já estava previsto conforme as literaturas religiosas do povo de Israel.

NÃO SE GLORIFICOU A SI MESMO. Pelo contrário, o Cristo de Deus Pai veio cheio de humildade e simplicidade, uma pessoa comum da sociedade, mas que aos poucos foi sendo por Deus feito Sumo Sacerdote. Tudo que aconteceu com Jesus de Nazaré, foi da vontade do Pai, por isso que ele achava graça diante do povo para ser por Deus constituído como Sumo Sacerdote em favor do povo, pelo povo e para o povo.

PARA SE FAZER SUMO SACERDOTE. Conforme a legislação de Moisés, o sumo sacerdote deveria ser da tribo de Levi, tendo como primeiro sacerdote da nação israelita Arão, e assim sucessivamente os seus descendentes. Com Cristo foi diferente, porque ele como sendo o Cristo, que era o ungido e enviado de Deus, deveria ocupar os ofícios de Rei, Profeta e Sumo Sacerdote. Portanto, o povo de Israel já esperava esta função do Messias.

MAS AQUELE QUE LHE DISSE. Esta é uma citação do Salmos 2:7 - Proclamarei o decreto: o Senhor me disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei. Onde o escritor mais uma vez traz a toma um texto da literatura religiosa dos judeus, como prova de que o sacerdócio de Cristo estava de acordo com a vontade de Deus. Quem falou estas palavras não foi Davi, ele apenas escreveu, mas esta Escritura foi dita por Deus mediante o Espírito Santo.

TU ÉS MEU FILHO, HOJE TE GEREI. De acordo com as tradições mais antigas dos hebreus, o Messias de Deus seria Filho do próprio Deus, e não de uma relação normal entre um homem e uma mulher. Como também já estava escrito a reste respeito em Isaías 7:14 - Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel. Foi justamente o que aconteceu com Jesus.

COMO TAMBÉM DIZ, NOUTRO LUGAR, TU ÉS SACERDOTE ETERNAMENTE. Já esta citação é do Salmos 110:4 - Jurou o Senhor, e não se arrependerá: tu és um sacerdote eterno, segundo a ordem de Melquisedeque. Essa foi uma promessa feita sob juramento da parte de Deus, no tocante ao ministério sacerdotal de Cristo Jesus. E conforme se verifica na vida e ministério de Jesus, o Cristo, ele cumpriu seu papel, como Sacerdote.

SEGUNDO A ORDEM DE MELQUISEDEQUE. Conforme os escritos de Moisés, Melquisedeque era sacerdote do Deus Altíssimo, mas nem ao povo judeu pertencia. Pela lei de Moisés, o sumo sacerdote deveria ser da tribo de Levi, mas Jesus era da tribo de Judá. Assim sendo, pela legislação de Moisés, Jesus não poderia ser Sumo Sacerdote, mas pela profecia messiânica de (Salmos 110:4), ele foi sim, Sumo Sacerdote, e sempre será.

Nenhum comentário:

Postar um comentário