Pesquisar este blog

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Hebreus 6:7

Hebreus 6:7 - Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus.
PORQUE A TERRA. Mais uma metáfora é lançada, com o objetivo de ensinar verdades espirituais sobre o viver cristão, que glorifica o nome do Senhor nosso Deus e de Cristo Jesus o Senhor da sua igreja amada. Podemos conjecturar que o autor compara os seus leitores a terra que é visitada pela chuva que vem de Deus, com seus objetivos bem definidos. Ao mesmo tempo podemos dizer ainda que esta terra é a nação de Israel.

QUE EMBEBE A CHUVA. Essa era uma linguagem bem conhecida dos leitores desta carta, porque eles viviam esta experiência todos os anos, nas estações próprias do inverno. No começo deste capítulo, o autor fala em ensinos mais profundos para o desenvolvimento espiritual dos seus leitores, e podemos dizer que, as metáforas tem este objetivo de despertar os ouvintes ou leitores das mesmas a raciocinarem. Por isso que o grande Mestre Cristo Jesus em muitas ocasiões propusera seus ensinos por parábolas.

QUE MUITAS VEZES. Esse é o tipo de chuva serôdia, que cai muitas vezes sobre a terra e de forma demorada, com o objetivo de penetrar nas camadas mais profundas da terra. Essa frase levada para o campo espiritual, podemos assegurar que Israel foi uma das nações mais privilegiadas do mundo, porque Deus por meio de várias tentativas deu aos hebreus todas as oportunidades para que aquele povo servisse fielmente ao seu Deus.

CAI SOBRE ELA. Desde o patriarca Abraão, passando por Isaque e Jacó, que foram feitas alianças e promessas aos descendentes dos patriarcas. Além dos mais, o Senhor levantou vários dos seus profetas para chamar o seu povo a uma perfeita comunhão com o seu Deus. Por fim, o Deus de amor e misericórdia enviou o Messias, seu Filho, para estabelecer a melhor aliança possível com os hebreus, dando aquela nação mais uma oportunidade de ouro, e essa chance estava disponível para os leitores desta carta.

E PRODUZ ERVA PROVEITOSA. Todos os planos de Deus, direcionado aquela nação, os hebreus, foram com o objetivo de lhes proporcionar benefícios incalculáveis. O que Deus esperava dos hebreus, era de que não desperdiçassem essa chance de tomarem posse das preciosas promessas feita em Cristo Jesus, o Messias de Deus. Os leitores desta epístola eram mais que privilegiados, porque aceitaram a Cristo como Senhor e Salvador.

PARA AQUELES POR QUEM É LAVRADA. Ainda na metáfora da agricultura, o escritor fala de maneira mais que compreensível, em linguagem bem simples, sobre um assunto que era conhecido de todos. Quem prepara a terra e nela faz a sua plantação, assim procede com a esperança de ter uma boa colheita dos frutos desejados. Cristo e os apóstolos plantaram a semente do evangelho para colherem resultados positivos dos hebreus.

RECEBE A BÊNÇÃO DE DEUS. No final das contas, a bênção vem de Deus, ele que dá a terra aos homens, manda a semente, faz descer a chova, e proporciona a grande colheita. Foi o que aconteceu com os hebreus, Deus quis abençoar aquele povo, e por isso mandou o Emanuel para trabalhar pelos hebreus, e o resultado é que muitos se converteram pelo poder do evangelho das boas novas, os quais eram os leitores desta carta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário