Pesquisar este blog

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Hebreus 11:1-2

Hebreus 11:1-2 - Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não veem. Porque por ela os antigos alcançaram testemunho.
ORA, A FÉ. Podemos falar a respeito desta fé como sendo objetiva, quando ela está ligada diretamente a Deus Pai, Filho e Espírito Santo, o que caracteriza a fé monoteísta tanto do judaísmo quanto do cristianismo. Mas, esta fé cristã é mais subjetiva, quando ela representa de fato a integra completa e absoluta da alma dos cuidados de Cristo. É por meio desta fé genuína que nos tornamos filhos adotivos da família de Deus, porque os que recebem a Cristo como Senhor e Salvador se tornam filhos de Deus (João 1:11).

É O FIRME FUNDAMENTO. Apesar de ser algo invisível, que também não se pode manusear com os sentidos, mas esta fé cristã é que dá sustentação a alma dos remidos de Cristo, porque é por ela que nos mantemos firmes nos caminhos do evangelho. E o autor afirma que esta fé é um fundamento, usando talvez uma metáfora da construção falando dos alicerces de uma casa que esta firmada sobre uma rocha que não se abala.

DAS COISAS QUE SE ESPERAM. Essa mistura de fé e esperança é o que nos atrai rumo aos braços de Cristo, uma vez que, por fé andamos e pela esperança temos a certeza de que vamos chegar juntos ao trono da graça de Deus. A fé que gera esperança nos move para junto da fidelidade de Deus, pelo fato de que estamos convictos que todas quantas promessas de Deus são feita em Cristo Jesus terão seu fiel comprimento.

E A PROVA. Cristo veio ao mundo, cumpriu a sua missão redentora, deixou sua mensagem de salvação, por meio do evangelho das boas novas. Subiu ao céu para se assentar a destra de Deus e prometeu cumprir todas as suas promessas feitas quando esteve na terra, e que estão registradas nas páginas do Novo Testamento. O mundo fica ridicularizado com tudo isso, mas a igreja se firma em tais promessas tomando posse pela fé. Porque é cheio desta fé firme e forte que os remidos avançam em direção a Cristo.

DAS COISAS QUE NÃO SE VEEM. A nova dispensação é espiritual, no entanto, carregada de promessas para esta vida presente, e principalmente para a vida eterna com Deus e com Cristo. A velha dispensação era materialista, para aqui e agora, nesta dimensão da vida terrena. E com isso, os hebreus precisavam ver para crer, enquanto que os seguidores de Cristo creem para ver, uma vez que a posse das promessas é pela fé.

PORQUE POR ELA. O capítulo onze desta carta funciona como provas tiradas do Velho Testamento de que a fé funciona na vida dos que amam e servem a Deus. O autor se utiliza de muitos exemplos de heróis da fé, que depositaram sua confiança no senhor e alcançaram grandes proezas em suas vidas. Portanto, os exemplos dados pelo escritor são bem conhecidos dos hebreus, e mais uma vez ele prova que seus argumentos são firmes.

OS ANTIGOS ALCANÇARAM TESTEMUNHO. É grande a lista de nomes importantes que estão registrados na literatura religiosa dos hebreus que pela fé viveram dignamente na presença de Deus e que alcançaram seus objetivos. Como a nova dispensação é baseada na fé, desta forma, o escritor argumenta mais uma vez que tudo estava de acordo com o plano de Deus. A nova dispensação implantada por Cristo se firma na vontade de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário