Pesquisar este blog

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Hebreus 11:14-15

Hebreus 11:14-15 - Porque, os que isto dizem, claramente mostram que buscam uma pátria. E se, na verdade, se lembrassem daquela de onde haviam saído, teriam oportunidade de tornar.
PORQUE, OS QUE ISTO DIZEM. Abraão certamente falava para todos os seus familiares, amigos e conhecidos que Deus havia lhe prometido uma pátria, e mesmo que durante a sua vida não alcançasse este feito, mas que os seus descendentes chegariam a alcançar, porque o seu Deus era fiel em cumprir com suas palavras. Não foi diferente com Isaque, que tinha a mesma esperança do seu pai Abraão. E assim sucessivamente com Jacó e os seus filhos subsequentes, que não viram com os próprios olhos o cumprimento.

CLARAMENTE MOSTRAM. Todavia, eles demostravam a grande esperança daquela geração de pessoas que viviam pela fé de um dia se tornarem uma grande nação, sendo donas de suas próprias terras. O que para muitos dos descendentes de Abraão se tornara realidade, quando Josué os fez conquistar a terra prometida de Canaã, Mesmo que isso tenha demorado tanto. O que nos ensina sobre a fidelidade de Deus.

QUE BUSCAM UMA PÁTRIA. Os hebreus acreditavam que, quando Abraão esteve pela primeira vez nas terras dos cananeus, e ali edificou um altar e invocou o nome do Senhor, ele estava demarcando o seu território e tomando posse da promessa, ainda que estava longe do seu cumprimento. Porque ele era um homem de fé, e quem tem fé tem esperança, e quem espera em Deus não se cansa nem desvanece de seus sonhos.

E SE NA VERDADE. Depois que Abraão demarcou território na terras da promessa, Canaã, ele não mais largou o seu sonho de conquistar aquela terra, e assim teria feito se desejasse enfrentar os povos que habitavam naquelas terras, porque era um homem rico, poderoso e que tinha muita gente a seu serviço. Quando foi resgatar seu sobrinho Ló, ele contou a sua disposição mais de 300 guerreiros e venceu quatro reis e sua gente.

SE LEMBRASSEM. Ou ele teria oportunidade de retornar para suas origens que era a terra de Ur dos Caldeus ou as terras de Harã de onde havia saído. O patriarca nem se lembrava dos seus antepassados, não se sabe se ele tinha possessões de terras naquele lugar, porque a bíblia declara que ele de onde tinha saído levou muitos bens que tinha adquirido naquele lugar. Isso nos faz entender que ele já era bem de vida.

DE ONDE HAVIAM SAÍDO. Estes relatos estão registrados em Gênesis 12:4-5 - Assim partiu Abrão como o Senhor lhe tinha dito, e foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos quando saiu de Harã. E tomou Abrão a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu irmão, e todos os bens que haviam adquirido, e as almas que lhe acresceram em Harã; e saíram para irem à terra de Canaã; e chegaram à terra de Canaã.

TERIAM OPORTUNIDADE DE TORNAR. O alvo de Abraão e de sua esposa Sara, não havia ficado para traz, onde antes moravam, mas eles olhavam para frente, cheios de fé e esperança no cumprimento da promessa de Deus. Assim deve ser todo aquele que olha para Jesus, deve está cheiro de fé e esperança de que todas quantas promessas estão contidas no evangelho das boas novas, hão de terem o seu fiel cumprimento por Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário