Pesquisar este blog

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Hebreus 11:18-19

Hebreus 11:18-19 - Sendo-lhe dito: Em Isaque será chamada a tua descendência, considerou que Deus era poderoso para até dentre os mortos o ressuscitar. E daí também em figura ele o recobrou.
SENDO-LHE DITO: EM ISAQUE. O autor continua no caso de Abraão e o filho da promessa de quem fala Abraão com Deus Gênesis 15:1-3 - Depois destas coisas veio à palavra do Senhor a Abrão em visão, dizendo: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão. Então disse Abrão: Senhor Deus, que me hás de dar, pois ando sem filhos, e o mordomo da minha casa é o damasceno Eliézer? Disse mais Abrão: Eis que não me tens dado filhos, e eis que um nascido na minha casa será o meu herdeiro.

SERÁ CHAMADA A TUA DESCENDÊNCIA. Deus responde a Abraão: Gênesis 15:4-6 - E eis que veio a palavra do SENHOR a ele dizendo: Este não será o teu herdeiro; mas aquele que de tuas entranhas sair, este será o teu herdeiro. Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta às estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência. E creu ele no Senhor, e imputou-lhe isto por justiça.

CONSIDEROU QUE DEUS. De volta ao texto de Gênesis 22:5 - E disse Abraão a seus moços: Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o moço iremos até ali; e havendo adorado, tornaremos a vós. As palavra de Abraão aos seus moços, “iremos até ali; e havendo adorado, tornaremos para vós”. Dá a entender que ele tinha fé no milagre da parte de Deus, a fim de que se necessário fosse, depois do holocausto, ressuscitar seu filho Isaque.

ERA PODEROSO. O próprio nascimento de Isaque já era prova o suficiente da parte de Deus, que tudo o mais o Senhor poderia fazer para cumprir a promessa na vida do menino. Onde se viu uma mulher com noventa anos e um homem com cem anos gerarem filhos? Pois foi justamente o que aconteceu para que Deus cumprisse sua promessa ao patriarca Abraão, de que, em Isaque, o Senhor iria fazer uma grande nação, Israel.

PARA ATE DENTRE OS MORTOS. Até o momento, as Escrituras não falavam sobre o caso de ressurreição de mortos, mas certamente o caso de Enoque, que foi transladado para não ver a morte, era conhecido de Abraão, e isso, é bem provável que o patriarca acreditava que havia vida, além desta existência terrena. Assim sendo, ele acreditava que, se necessário fosse, Deus ressuscitaria de entre os mortos a seu filho Isaque.

O RESSUSCITAR. No entanto, em linhas gerais, dentro do próprio Velho Testamento havia crenças de que um morto poderia voltar de entre os mortos e ressuscitar. Apensar desta crença já ser bem avançada na cultura religiosa e no tempo da história dos hebreus. Agora, já dentro do tempo do Novo Testamento, isso foi uma realidade recorrente no ministério de Cristo e no tempo subsequente dos seus apóstolos, assim como hoje.

E DAÍ TAMBÉM EM FIGURA ELE O RECOBROU. O texto não contém essa cobrança da parte de Abraão para com o seu Deus, mas o escritor fala em termos de alegoria, o que nos dias de hoje se pode chamar de ilustração, o que certamente havia na cultura dos hebreus algum tipo de parábola neste sentido. Quando se fala em figura é a mesma coisa que uma parábola, que o próprio Senhor Jesus usou bastante em seu ministério.

Nenhum comentário:

Postar um comentário