Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Hebreus 11:4

Hebreus 11:4 - Pela fé Abel ofereceu a Deus melhor sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala.
PELA FÉ ABEL. O fato do autor destacar neste capítulo a importância da fé cristã tem o objetivo de contrastar a nova dispensação com a velho, em que na velha dispensação entra em cena a questão da obediência aos mandamentos da lei, em contraste com a nova aliança, que exige apenas a fé do homem. No caso de Abel, sua fé o levou a fazer a coisa certa para agradar a Deus. Neste mesmo capítulo é dito que sem fé é impossível agradar a Deus, portanto, pela sua fé firme e forte, Abel escolheu o melhor para Deus.

OFERECEU A DEUS. Abel foi o segundo filho de Adão e Eva, conforme o registro do livro do Gênesis 4:2 - E deu à luz mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas. Pela fé Abel entendeu que o sacrifício de um cordeiro seria mais agradável diante do coração de Deus. Certamente o sacrifício feito por Abel teve a mais pura das intenções, e o Senhor que conhece as intenções dos corações aceitou de bom grado o que Abel ofereceu.

MELHOR SACRIFÍCIO. Por que o sacrifício de Abel foi melhor do que a oferta de manjares oferecida por Caim? Há quem diga que o sacrifício de Abel já em sua época era uma tipologia do sacrifício expiatório do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, que foi bem aceito por Deus, tanto na época de Abel, que sinalizava para Cristo no futuro, e principalmente o sacrifício voluntário do Filho de Deus em prol da humanidade.

DO QUE CAIM. A oferta de manjares oferecida por Caim não foi bem aceita por Deus, porque certamente havia nela intenções distorcidas. Como ele era agricultor, ofereceu o esforço do seu trabalho, e isso já apontava para o tempo da lei que dependia do esforço humano na obediência a legislação de Moisés para conquistar as bênçãos. Na nova dispensação o que vale é a fé do homem e a graça de Deus e não méritos pessoais.

PELO QUAL ALCANÇOU TESTEMUNHO DE QUE ERA JUSTO. Abel com seu sacrifício bem intencionado adquiriu o bom testemunho das Sagradas Escrituras e do próprio Deus, é tanto que Moisés registrou sua curta existência na terra, como alguém que agradou ao seu Criador. Ser justo, no caso de Abel, é que ele buscou oferecer o melhor de si para o seu Deus, depois ele exerceu sua fé monoteísta, sem egoísmo, mas dependendo de Deus.

DANDO DEUS TESTEMUNHO DOS SEUS DONS. Gênesis 4:4 - E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta. Quando se diz que o Senhor deu testemunho dos dons oferecidos por Abel, isso nos faz compreender que o Senhor aceitou de bom grado o seu sacrifício. A fé de Abel deu o tempero certo para que Deus atentasse para o que ele estava fazendo.

E POR ELA, DEPOIS DE MORTO, AINDA FALA. Tanto o Velho como o Novo Testamento falam de Abel como um homem justo diante de Deus, pela boa atitude que ele tomou para com o Senhor. Ele deixou a sua marca na história da humanidade como alguém que conquistou o coração de Deus, isso porque, ele soube agir corretamente diante do Criador, uma vez que, ele agiu com fé, de que o seu sacrifício seria aceito pelo Senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário