Pesquisar este blog

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Hebreus 12:14

Hebreus 12:14 - Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.
SEGUI. Muitos dos leitores desta carta estavam parados quanto à vida cristã ideal, por isso que o autor recomenda que tomem um rumo, rumo este que logo em seguida ele mostra, orientando a todos, o que deviam fazer para gradar ao coração do Pai celestial. Os judaizantes e defensores do judaísmo estavam a todo o momento se utilizando de suas fábulas para confundir a mente dos convertidos ao cristianismo, tentando provar que Jesus não era o Messias, e que os hebreus deviam voltar para sua antiga religião.

A PAZ. Por conta dos embates e da guerra teológica entre as antigas teses do judaísmo e os novos conceitos do cristianismo, pregados pelo Senhor Jesus e defendidos pelos apóstolos e líderes do cristianismo, muitos conflitos se levantavam de ordem religiosa. É quando o escritor recomenda aos seus leitores que a melhor decisão a ser tomada é sempre seguir o caminho da paz, mesmo que para isso, eles sofressem as injustiças.

COM TODOS. Não que os hebreus fizessem guerra contra os seus irmãos judeus, eles simplesmente pregavam o evangelho das boas novas, anunciando em Jesus de Nazaré, a manifestação do Messias prometido por Deus. Por conta disto é que os defensores do judaísmo se levantavam contra os cristãos. A melhor coisa a ser feita era, mesmo sendo de maneira injusta perseguidos, os servos de Cristo levantarem a bandeira branca da paz.

E A SANTIFICAÇÃO. O segundo conselho do autor dentro deste texto é seguir a santificação. No judaísmo a regra era seguir a purificação com seus rituais e celebrações baseadas na legislação de Moisés. Na nova dispensação, o evangelho recomenda que os discípulos de Cristo têm que dar passos firmes no caminho do desenvolvimento espiritual, se dedicando em fazer a vontade de Deus, vivendo uma vida digna na presença do Senhor e também diante da sociedade, com boas práticas cristãs no dia a dia da vida de cada um.

SEM A QUAL. Essa santificação sem a qual ninguém chega como bem-aventurado na presença de Deus não é algo automático, porque é um longo caminho a ser trilhado por todos aqueles que desejam chegar diante de Deus. Tudo teve início com a expiação feita por Cristo, e passa por um verdadeiro arrependimento do novo convertido, seguindo a regeneração espiritual e o crescimento nos dons espirituais e ministeriais.

NINGUÉM VERÁ. Durante o tempo da velha dispensação, os judeus todos tinham o conceito de que ninguém podia ver a Deus. Criou-se então o sistema sacerdotal para por meio do sumo sacerdote, o pecador se aproximar de Deus e do seu perdão. Na nova dispensação da graça de Deus, Cristo nos abriu o caminho de acesso ao trono de Deus, mas para que possamos chegar diante do Deus Altíssimo, precisamos ser santos.

O SENHOR. Geralmente, nas páginas do Novo Testamento a palavra Senhor é mais dirigida a Cristo Jesus o Filho de Deus, destacando o seu Senhorio. Porem, neste caso Senhor diz respeito ao grande Deus, porque o autor esta falando de acesso a presença da majestade celestial. Neste sentido, ver a Deus é a mesma coisa que ter acesso a sua presença ou chegar como bem-aventurado diante de sua glória, majestade e poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário