Pesquisar este blog

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Hebreus 13:12-13

Hebreus 13:12-13 - E por isso também Jesus, para santificar o povo pelo seu próprio sangue, padeceu fora da porta. Saiamos, pois, a ele fora do arraial, levando o seu vitupério.
E POR ISSO TAMBÉM JESUS. Mais uma vez o autor sagrado coloca em sua carta, apenas o nome próprio do filho de Deus, Jesus, uma característica peculiar deste tratado, para então destacar a humanidade do Filho de Deus, Jesus de Nazaré. Jesus é o modelo real do que devemos ser para agradarmos a Deus, razão porque o escritor mais uma vez põe em evidência o Autor da nossa salvação. Jesus mudou completamente o modo de relacionamento do homem para com Deus.

PARA PURIFICAR O POVO. Na antiga dispensação, os corpos dos animais eram queimados fora da cidade, e o sangue do novilho e o sangue do bode eram aspergidos sobre o propiciatório para purificar o povo. Muito mais importante foi o sacrifício de Cristo, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, porque por meio da expiação realizada por ele, a sua igreja é lavada, purificada e santificada na presença de Deus.

PELO SEU PRÓPRIO SANGUE. O sangue dos animais sacrificados no antigo sistema da lei era uma tipologia do verdadeiro sacrifício efetuado pelo Cristo de Deus. Porque na verdade, o sangue que na realidade resolve definitivamente o problema do pecado com suas consequências na vida das pessoas é efetivamente o sangue de Cristo. Falar sobre o sangue de Cristo é dizer que ele deu tudo de si mesmo para redimir a sua igreja amada, que ele comprou com o seu precioso sangue.

PADECEU FORA DA PORTA. Essa frase nos fala sobre os momentos finais da missão de Cristo na terra, quando ele teve que levar sobre seus ombros sua própria cruz, e ser crucificado fora de Jerusalém. O autor, neste particular também nos ensina sobre a missão transcultural e universal da redenção do Cristo de Deus. A antiga dispensação era nacionalista e exclusivista, mas a nova dispensação da graça é universal.

SAIAMOS, POIS, A ELE. Isso nos fala da nossa entrega total aos cuidados de Cristo, tendo fé e esperança de que, nos braços de Cristo, estaremos bem protegidos, guardados debaixo das promessas, maiores e melhores da nova dispensação da graça de Deus. O escritor nos faz ver a importância da obra perfeita de redenção feita pelo Senhor Jesus, em que o caminho de acesso a Ele e ao Pai esta aberto.

FORA DO ARRAIAL. Essa frase fala diretamente aos hebreus, destinatários desta carta, que antes de se converterem ao cristianismo, pelo poder do evangelho de Cristo, pertenciam ao judaísmo. Sair fora do arraiam, neste caso, é abandonar absolutamente os antigos costumes religiosos dos judeus, para então, passar a viver conforme a nova dispensação da graça, que tem maiores promessas e melhores propostas.

LEVANDO O SEU VITUPÉRIO. Tudo que se falava sobre Jesus, para os seguidores do judaísmo era escândalo, porque eles não acreditaram que Jesus era realmente o Messias de Deus. De forma que, para os judaizantes, o cristianismo era uma fraude, implantada por Jesus e seguida pelos seus discípulos. Mas para a igreja de Cristo, era um privilégio levar o vitupério do Mestre, seguindo seus passos e o seu evangelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário